AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Terror em Itajubá e Varginha: Entenda o Novo Cangaço

Foto: PMMG/Divulgação


O novo cangaço é ocorre quando um grupo especializado em assalto a bancos usa armamento com potencial de guerra e provoca terror em cidades pequenas, como, por exemplo, as do interior de Minas Gerais. Nessas incurssões, é comum ocorrer tiroteios e confrontos com a Polícia Militar. Os assaltos acontecem geralmente no Sul de Minas Gerais - próximo a São Paulo. 

Na noite dessa quarta-feira (22), um novo atentado com tiroteio ocorreu em Itajubá, no sul de Minas. Conforme as informações da Polícia Militar (PM), a invasão aconteceu por volta das 23h40 no bairro Vila Podis. Os criminosos, armados de fuzis, chegaram a efetuar disparos contra a unidade da corporação. Cerca de 12 homens participaram da ação e quatro policiais e um civil ficaram feridos. 

Em outubro do ano passado, 26 pessoas morreram depois que a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram uma operação conjunta e desmantelaram uma quadrilha de assalto a bancos de alta periculosidade, em Varginha, no Sul de Minas Gerais. 

O confronto ocorreu em duas chácaras da cidade. Na primeira, 18 criminosos foram mortos quando atacaram os policiais. Na segunda chácara, foram sete mortos. O grupo estava armado com um arsenal de guerra, explosivos e coletes a prova de balas. Um caseiro também foi morto. 

Os principais "cabeças" desses crimes são de São Paulo e alguns tem ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC). O Estado mineiro é rota dessas quadrilhas que agem principalmente no Sul de Minas e também no Triângulo Mineiro que fazem limites com o estado paulista.  

Relembre outros casos do Novo Cangaço 

Policial e vigilantes são mortos em Santa Margarida 

Cerca de 30 homens assaltaram os bancos do Brasil e da Sicoob em Santa Margarida, na Zona da Mata de Minas Gerais, em julho de 2017. Os criminosos assassinaram  o cabo Marcos Marques da Silva, de 36 anos, que cruzou com eles em uma esquina. Eles também mataram o vigilante do Banco do Brasil, Leonardo José Mendes, de 53 anos, que foi atingido com tiros na cabeça, mesmo tentando se render. Os criminosos estavam fortemente armados e em caminhonetes. 

Homens cobertos com máscaras de palhaços e com coletes a prova de balas invadem Itamonte 

Um grupo com, pelo menos, 20 suspeitos fortemente armados, usando máscaras de palhaço e coletes a prova de balas invadiram a cidade de Itamonte, no Sul de Minas Gerais, em 2014 e provocaram um terror no local. Em confronto com a PM, nove bandidos morreram. Todos eram suspeitos de assaltos em outras cidades do Sul de Minas.  

Quadrilha explode caixas eletrônicos e leva terror a Jacuí, no Sul de Minas 

Oito suspeitos de explodirem caixas eletrônicos levaram terror à cidade de Jacuí, no Sul de Minas Gerais, no dia 8 de abril de 2021. Eles circularam pela cidade com metralhadoras dando tiros para o alto e trocaram disparos com militares. Um suspeito morreu. 

De acordo com a Polícia Militar, os criminosos chegaram à cidade em dois carros, um veículo foi para frente de uma agência do Banco do Brasil e o outro ficou próximo ao quartel da polícia.  Eles usaram dinamite para explodir os caixas e, logo após o crime, saíram atirando pela cidade na tentativa de intimidar os policiais. 

Três criminosos morrem em Brumadinho 

Com mais de três quilômetros de extensão, a rua Presidente Vargas, no centro de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, concentra oito agências bancárias de sete bancos diferentes. E foi justamente nessa via que aconteceu a explosão da Caixa Econômica Federal, no dia 14 de agosto deste ano. Três dos suspeitos morreram no tiroteio com os militares, em frente à agência bancária. Durante a tentativa de fuga, dois criminosos invadiram uma casa, que fica a cerca de 500 metros do banco e fizeram uma família de refém – pai, mãe e filha –. O caso ocorreu em 14.8.2020. 


Em São Paulo

Sete integrantes do Novo Cangaço são mortos em Campinas 

No dia 18 de março de 2018, a Polícia Militar de São Paulo matou sete suspeitos de integrarem uma quadrilha do novo cangaço que em Campinas, interior do Estado. Os suspeitos foram interceptados em uma estrada e não acataram a ordem de parada. Eles trocaram tiros com a polícia. O grupo pretendia cometer um assalto em Joanópolis, também no interior do Estado.

Araçatuba vive terror com ataque de grupo 

Homens fortemente armados invadiram e atacaram pelo menos três agências bancárias do centro de Araçatuba em agosto deste ano. Um homem teve a perna amputada após passar de bicicleta próximo a um artefato explosivo. Dois suspeitos foram detidos. A quadrilha tinha cerca de 15 integrantes e provocou terror na cidade. PO caso ocorreu em agosto de 2021.


Por O Tempo




 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.