AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Casa pega fogo e família perde tudo pela segunda vez em incêndio em Três Pontas



Uma casa pegou fogo na manhã desta segunda-feira (11), no bairro Catumbi em Três Pontas.

De acordo com moradores vizinhos ao imóvel, na noite anterior um incêndio teria começado e queimado algumas peças de roupas em um dos quartos. Com a ajuda de vizinho o fogo foi controlado. O casal e os três filhos que moram na casa dormiram no quarto das crianças. Segundo a dona de casa, nesta manhã depois que o marido saiu para o trabalho ela acordou com a casa em chamas. Ela começou a gritar e foi socorrida por vizinhos, que começaram a controle o fogo com mangueiras de água e acionaram a Polícia Militar que chamou o caminhão pipa da Prefeitura.

Funcionários da Prefeitura apagaram as chamas e o Corpo de Bombeiros de Varginha fez o trabalho de rescaldo. De acordo com o Tenente dos Bombeiros Rodrigo Destéfany de Andrade, grande parte do telhado caiu e o que sobrou ficou comprometido. Móveis, roupas e alimentos foram perdidos. Eles só conseguiram retirar uma televisão e o botijão de gás.

A Defesa Civil foi acionada e irá enviar um engenheiro para avaliar as condições do imóvel que era alugado para a família.

Não é a primeira vez

Em outubro do ano passado, uma outra casa onde esta família morava também pegou fogo no bairro Jardim Boa Vista e eles perderam tudo. Eles haviam saído de casa para irem a escola onde as crianças estudam e quando voltaram encontraram o imóvel pegando fogo.

Na época, o casal contou que o fogo teria começado no quarto deles e a suspeita é que teria sido provocado por causa de um curto circuito, já que a fiação da casa que era alugada já estaria com problemas.

Servidores que atuam no caminhão pipa da Prefeitura apagaram as chamas. O Corpo de Bombeiros de Varginha fez o trabalho de rescaldo. A casa foi interditada pelos Bombeiros e a Defesa Civil Municipal foi acionada devido ao risco que havia de desabamento.

A comunidade se sensibilizou e fez uma grande campanha para a família que ganhou de tudo. Eles receberam o apoio da direção do Caic e inclusive ficaram alguns dias na escola. Na época as crianças tinham 2 e 7 anos e um bebê de 5 meses.



Fonte: Equipe Positiva


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.