AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Cerca de 1,5 milhão de dívidas registradas no Serasa são de luz, água e gás



O arrocho provocado pela inflação – que bateu quase 12% em 12 meses – é tão grande que já está comprometendo o pagamento de contas básicas de muitas famílias brasileiras. Falta dinheiro para quitar faturas de luz, de água e gás, e o atraso está levando o nome de muita gente para a lista de devedores dos órgãos de proteção ao crédito. 

Dados da Serasa mostram que 22,7% dos consumidores que estavam com o “nome sujo” no cadastro em maio deste ano – último levantamento divulgado pela instituição – tinham dívidas em aberto com as contas de serviços básicos, como água, gás e luz. Isso representa cerca de1,5 milhão de dívidas vencidas. 

O número é o maior para um mês de maio desde 2018, segundo a Serasa Experian, e fica atrás apenas dos consumidores endividados com serviços financeiros e cartão de crédito, que representam 29,7% do total. 

Para a economista Mafalda Valente, professora das Faculdades Promove, a alta taxa de endividamento com serviços essenciais é uma demonstração de que boa parte da população brasileira está chegando em um limite perigoso de estrangulamento financeiro e, nesses casos, a melhor alternativa é buscar formas de negociação, oferecidas tanto pelas empresas prestadoras dos serviços como pelas instituições de proteção ao crédito. 

O número é o maior para um mês de maio desde 2018, segundo a Serasa Experian, e fica atrás apenas dos consumidores endividados com serviços financeiros e cartão de crédito, que representam 29,7% do total. 

Para a economista Mafalda Valente, professora das Faculdades Promove, a alta taxa de endividamento com serviços essenciais é uma demonstração de que boa parte da população brasileira está chegando em um limite perigoso de estrangulamento financeiro e, nesses casos, a melhor alternativa é buscar formas de negociação, oferecidas tanto pelas empresas prestadoras dos serviços como pelas instituições de proteção ao crédito.

Fonte: Hermano Chiodi/ Hoje em Dia  


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.