AS ULTIMAS


POLÍTICA

COLUNAS

ESPORTES

Mulher de 24 anos é internada em estado grave depois de ser espancada pelo namorado em Poços



Os crimes contra mulheres estão muito frequentes na região.

Na quinta-feira, dia 21, em Poços de Caldas, uma mulher de 35 anos foi morta pelo seu ex-companheiro, um homem de 43 anos. Ele não aceitou o fim do relacionamento e desferiu 26 facadas no corpo dela.

No dia seguinte, sexta-feira, aconteceu outro crime no Sul de Minas. Uma jovem de 20 anos foi morta, também a golpes de faca e também pelo seu ex-companheiro, de 22 anos, e pelo mesmo motivo: não aceitar o fim do relacionamento. O crime aconteceu em Ouro Fino.

Na madrugada de domingo, em Campo Belo, uma mulher de 24 anos foi brutalmente espancada pelo seu namorado. A irmã do namorado foi quem socorreu a vítima. Ela recebeu uma ligação de uma vizinha que disse que viu a mulher desacordada e sendo arrastada para dentro de casa pelo seu namorado.

A irmã do rapaz e a mãe dele foram até a casa e ele não permitiu que elas entrassem e  as expulsaram. As duas ficaram aguardando ele sair na manhã de domingo e entraram na casa. Elas encontraram a mulher deitada na casa, inconsciente, com ferimentos na cabeça, olhos vidrados e com respiração curta. Imediatamente elas acionaram a Polícia Militar e uma ambulância.

A vítima foi levada para a Santa Casa de Campo Belo. Ela deu entrada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) em estado gravíssimo.

Na tarde de domingo, o boletim médico apontava que ela não estava respondendo aos estímulos neurológicos. Um médico que estava acompanhando o caso chegou a dizer para a irmã do criminoso que a situação da mulher era "praticamente irreversível". Na tarde de ontem, segunda-feira, dia 25, os médicos decidiram transferir a vítima para um hospital de Divinópolis.

O rapaz que agrediu a namorada, identificado como sendo Felipe Henrique da Silva, 26 anos, foi preso na noite de domingo. O envolvimento dos dois começou quando Felipe deixou a cadeia, ele estava aguardando em liberdade o julgamento de um homicídio: ele é acusado de ter matado o próprio pai em 2019 em São Paulo.

A irmã de Felipe disse que ele tem um histórico de violência e que já havia agredido a própria mãe e outras mulheres de outros relacionamentos. Segundo a irmã de Felipe, a namorada espancada na madrugada de domingo já havia sido agredida outras vezes. A irmã de Felipe e outras pessoas da família já haviam alertado a mulher espancada sobre a índole violenta do rapaz e pediram para ela se afastar dele, porém, ela continuou até a madrugada de domingo.


Fonte: Jornal de Lavras


 
Todos os Direitos Reservados - Notícias do Renan © 2017
Desenvolvido por: Renan Lenzi.