top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Ação inédita mobiliza estudantes do Ensino Médio em Tempo Integral em São Sebastião do Paraíso




Incentivar adolescentes a dialogarem sobre o que o Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI) tem de melhor. Este foi o objetivo do 1º Encontro de Estudantes - Gênios do EMTI, que mobilizou cerca de 700 alunos da modalidade em um dia inteiro de atividades.

A programação contou com apresentações culturais de música e dança, campeonato esportivo e ações pedagógicas de sucesso desenvolvidas nas nove escolas que oferecem a modalidade, ligadas à Superintendência Regional de Ensino (SRE) de São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste mineiro. “Essa foi uma iniciativa da regional de ensino como forma de promover a integração entre as escolas que oferecem este modelo, além de aumentar o vínculo do estudante com a escola", pontua a superintendente Regional de Ensino de São Sebastião do Paraíso, Maísa Barreto.

Diversas autoridades locais estiveram presentes, além de representantes da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e da SRE de São Sebastião do Paraíso. A Universidade Federal de Lavras (Ufla), que tem campus na cidade, também esteve presente e orientou sobre os cursos oferecidos na instituição.

"É importante essa troca de experiências, principalmente pensando nas novas escolas que estarão na expansão que teremos no ano que vem. Trocar conhecimento e expandir os vínculos”, ressaltou Maísa.

Mais investimentos
Como parte da ampliação mencionada pela superintendente estão, por exemplo, ainda para este ano, reformas de grandes proporções na 9ª etapa do Programa Mãos à Obra, com o intuito de melhorar a infraestrutura dos prédios escolares que disponibilizam o EMTI.

A lista vai contemplar planilhas de obras emergenciais e obras de reforma e ampliação com previsão de atender 349 escolas, em 218 municípios, totalizando um investimento de cerca de R$ 220 milhões.

Para 2024, o Governo de Minas, por meio da SEE/MG, prevê ainda uma robusta expansão da oferta de educação profissional nas escolas que oferecem a modalidade, viabilizando aos estudantes a oportunidade de concluir o ensino médio e um curso técnico ao mesmo tempo.

A carga horária semanal da jornada escolar dos estudantes do EMTI totaliza 45 horas, e contempla a Formação Geral Básica (Base Nacional Comum Curricular e Currículo Referência de Minas Gerais), os Itinerários Formativos que possibilitam aos estudantes cursarem componentes curriculares de aprofundamentos nas áreas de conhecimento, como a introdução ao mundo do trabalho, construção de seu Projeto de Vida, desenvolvimento do pensamento/método científico, além de atividades integradoras de enriquecimento curricular e/ou componentes curriculares de formação técnica e profissional.

Vale lembrar que, desde 2019, o Governo de Minas também já investiu cerca de R$ 47 milhões em compras de mobiliário e equipamentos, além de material de consumo para as escolas que oferecem esta modalidade de ensino.

תגובות


bottom of page