top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

A 3 dias da posse de Javier Milei, Lula rasga elogios a Alberto Fernández


Reprodução

A três dias da posse de Javier Milei como presidente da Argentina, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) rasgou elogios na quinta-feira (7) ao atual chefe do Executivo argentino, Alberto Fernández. O petista enalteceu Fernández durante seu discurso de abertura da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados, realizada no Museu do Amanhã, na região central do Rio de Janeiro.
"Nota triste é a despedida do companheiro Alberto Fernández. Embora esteja pessoalmente triste, porque nós temos uma relação de amizade muito importante e eu nunca esquecerei o gesto dele ao me visitar na sede da Polícia Federal em 2018, esse gesto eu nunca vou esquecer e vou guardar para o resto de nossas vidas", declarou.
Lula não planeja comparecer à posse de Milei agendada para 10 de dezembro em Buenos Aires. Em seu lugar, o petista designou o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira. O presidente brasileiro tinha apoiado Sergio Massa, candidato que contava com o apoio de Fernández à presidência, porém, Massa perdeu a disputa.
O afago público ocorre mesmo após Milei enviar uma carta a Lula, por intermédio da futura chanceler argentina, Diana Mondino, em 26 de novembro, convidando-o para a cerimônia. Na correspondência, Milei mencionou a importância da construção de laços entre os países.
O convite o presidente eleito foi uma tentativa de suavizar o tom adotado anteriormente em relação ao petista. Durante sua campanha para o comando do país vizinho, o candidato libertário proferiu diversas críticas a Lula, classificando-o como "comunista" e "corrupto".
Fonte: O Tempo
bottom of page