top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Acusado de matar mulher de 45 anos e abandonar corpo em terreno vai à Juri Popular em Pouso Alegre, MG

Corpo de Lucimara Andrade foi encontrado em um terreno baldio no bairro Serra Morena, no dia 1º de maio de 2022.


Júri Popular em Pouso Alegre (MG) Julga Caso de Feminicídio. Foto: Reprodução/EPTV
Nesta segunda-feira, dia 4, em Pouso Alegre (MG), está ocorrendo um júri relacionado a um caso de feminicídio ocorrido em abril de 2022. O suspeito de assassinar Lucimara Andrade, de 45 anos, está sendo julgado pelo tribunal popular.

O corpo de Lucimara foi descoberto em um terreno baldio no bairro Serra Morena, em 1º de maio de 2022, após ter desaparecido desde 29 de abril. A vítima apresentava sinais de estrangulamento.

Lucimara era casada e tinha filhos. O suspeito do crime, que não era seu marido na época, com 40 anos de idade, foi detido pela Polícia Civil em 24 de maio.

O suspeito admitiu ter cometido o crime, afirmando tê-lo feito após uma discussão.

Após investigação, a Polícia Civil concluiu que se tratava de um caso de feminicídio. O caso foi encaminhado ao Ministério Público, que ofereceu denúncia por homicídio qualificado, considerando asfixia e feminicídio.

A investigação identificou o suspeito, atualmente réu, por meio de um adesivo encontrado em seu veículo. Prevê-se que o julgamento seja concluído ainda nesta segunda-feira.

Comentarios


bottom of page