top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Agentes do Bope vão usar câmeras nas fardas a partir de segunda-feira


O uso de câmeras nos uniformes de agentes do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) do Rio será adotado a partir da próxima segunda-feira (8). A informação foi confirmada pelo Batalhão. Parte do efetivo já passou a utilizar o equipamento nos últimos dias em formato de teste.
O secretário de Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires, afirmou, em coletiva de imprensa realizada nesta semana, que até o fim do primeiro semestre, todas as unidades deverão receber as câmeras corporais. Ao todo, cerca de 90% dos agentes de toda a corporação já contam com o equipamento.
“Tem um cronograma a ser seguido. A previsão é de que até o final deste semestre a gente esteja com todas as unidades com os equipamentos instalados. Nós vamos cumprir o cronograma de acordo com o que foi informado ao STF”, garantiu Pires.
Segundo a PM, até o momento já foram implantadas 11.249 câmeras e outras 1.660 estão em fase de implantação, em um total de 13 mil unidades contratadas. O próximo passo é acoplar as câmeras em agentes que atuam nas vias expressas.
Em julho do ano passado, o governo do Rio publicou um decreto que estabelece a obrigatoriedade de agentes das forças especiais das polícias Civil e Militar a usarem câmeras em fardas. A medida atendeu a uma determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. Apesar disso, a Polícia Civil ainda não informou previsão de quando as câmeras serão instaladas nos uniformes dos agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).
Segundo a determinação do STF, também será necessário que as corregedorias das duas corporações adotem procedimentos para criação de uma comissão responsável pela análise do conteúdo gerado pelas câmeras em procedimentos administrativos disciplinares em andamento e pela autorização do compartilhamento, resguardo ou divulgação.
A L8 Group é a responsável pela instalação das câmeras. Em nota, a empresa disse que entregou, no final de 2023, todas as câmeras corporais para o Bope, conforme cronograma alinhado com a PM. As mesmas já estão disponíveis para uso e encontram-se em período de teste pelos policiais.
A instalação das câmeras nos uniformes de policiais do Bope veio à tona após a morte de três homens considerados suspeitos durante uma operação do Batalhão no Complexo de Israel, na Zona Norte do Rio, na semana passada. As mortes foram registradas como auto de resistência, mas vídeos que circulam nas redes sociais sugerem que pelo menos dois suspeitos já estavam rendidos quando foram atingidos. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) e a Corregedoria da Polícia Militar investigam o caso. A ação também terminou com a morte do sargento da PM Leonardo Maciel da Rocha.
Fonte: CNN

Comments


bottom of page