top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Ainda na UTI, adolescentes esfaqueados em escola de MG são desentubados e apresentam melhoras

Menino de 13 anos e menina de 14 anos passaram por cirurgia já respiram sem necessidade de ventilação mecânica em Poços de Caldas (MG). Monitora recebeu alta hospitalar.


Os dois adolescentes que passaram por cirurgia após serem esfaqueados na saída de uma escola, em Poços de Caldas (MG), seguem na UTI da Santa Casa, mas apresentaram melhoras e já foram desentubados. As informações foram divulgadas em boletim médico do hospital nesta quinta-feira (12).
De acordo com a Santa Casa, o menino de 13 anos e a menina de 14 anos, que passaram por cirurgia depois de serem esfaqueados, já não necessitam de ventilação mecânica, estão conscientes e sem sedativos, além de terem sido desentubados. Eles seguem em estado grave, segundo o hospital. A monitora de uma van, que também foi atingida na saída da escola, recebeu alta hospitalar na quarta-feira (11). Ela entrou na frente de crianças para evitar mais vítimas e acabou sendo atingida pelo suspeito.
Santa Casa de Poços de Caldas (MG) — Foto: D.G/EPTV

Leonardo Willian Silva, de 14 anos, chegou a ser socorrido com vida depois de ser esfaqueado, mas morreu na Santa Casa. Ele foi enterrado na tarde desta quarta no Cemitério Parque, em Poços de Caldas.
O suspeito pelo crime, um adolescente de 14 anos e ex-aluno da escola, foi apreendido pela Polícia Militar após ser contido por pais de estudantes.
LEIA TAMBÉM:
Acolhida a estudantes no retorno Membros das forças de segurança e do Governo de Minas Gerais falaram nesta quarta sobre o retorno de estudantes ao colégio onde adolescentes foram esfaqueados em Poços de Caldas. A previsão é de que as aulas, que foram suspensas, sejam retomadas na segunda-feira (16).
Entre os assuntos tratados pelas autoridades, estiveram a retomada do ambiente escolar e a importância da "acolhida" em um momento difícil.
Adolescente morre e três pessoas ficam feridas após serem esfaqueadas na saída de colégio particular em Poços de Caldas (MG) — Foto: M.C

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG), as equipes têm trabalhado para fortalecer ainda mais a acolhida dos estudantes nas escolas, independente da rede de ensino em que estejam. O secretário reforçou apoio à direção da escola, além do acompanhamento das famílias de vítimas envolvidas. Notas da prefeitura e da Câmara Em nota, a Prefeitura de Poços de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Educação, disse que é solidária a toda comunidade escolar da Escola Profissional Dom Bosco, neste momento de dor e consternação, especialmente às famílias dos alunos atingidos. A Prefeitura também informou que está à disposição no atendimento por meio dos serviços de emergência e rede de saúde, Secretaria Municipal de Educação e Defesa Social.
Ainda, a prefeitura decretou luto oficial de três dias no município. As festividades em comemoração ao Dia das Crianças também foram suspensas.
A Câmara Municipal manifestou solidariedade a toda comunidade da Escola Dom Bosco, professores, alunos e familiares pelos trágicos acontecimentos ocorridos na instituição.

FONTE: G1

Comentários


bottom of page