top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Aluna que sofreu acidente em aula de direção deve ser indenizada com R$30 mil em Minas

A aluna sustentou ainda que chegou a falar com o instrutor que o guidão da motocicleta estaria torto; empresas argumentaram que o acidente ocorreu por 'culpa exclusiva' da autora


Aluna caiu da motocicleta ao realizar uma manobra na pista de treinamento de uma autoescola

Um centro de formação de condutores e uma autoescola foram condenados a pagar cerca de R$ 30 mil uma aluna que sofreu um acidente durante aula de direção. A decisão é da 14ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) manteve a decisão da Comarca de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Segundo consta no processo, a mulher estava pilotando uma motocicleta quando, durante a realização do percurso de "rampa" na pista de treinamento da autoescola, sofreu uma queda, sendo encaminhada em seguida a um hospital.

"Devido a traumas no membro inferior esquerdo, joelho e fratura do platô tibial, ela foi foi submetida a uma cirurgia. A autora da ação relatou que o procedimento a deixou incapacitada para realizar atividades rotineiras", informou o texto do TJMG.

A aluna sustentou ainda que chegou a falar com o instrutor que o guidão da motocicleta estaria torto. Todavia, nenhuma providência foi adotada.

Já as empresas argumentaram que o acidente teria ocorrido por “culpa exclusiva da autora em razão da sua falta de experiência na condução de veículos”. Ressaltaram, ainda, que os veículos são vistoriados frequentemente.

"Uma testemunha, no entanto, esclareceu que é o instrutor quem libera o aluno para realizar a aula na rampa. Essa informação foi levada em conta pelo relator do processo na 2ª Instância, desembargador Marco Aurelio Ferenzini", acrescentou o texto.

O relator manteve a sentença da 1ª Instância e condenou as empresas ao pagamento de R$ 15 mil em danos morais, R$ 15 mil em danos estéticos e R$ 460 em danos materiais.

FONTE: ITATIAIA

Comments


bottom of page