top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Alunos de Engenharia Agronômica do Unis desenvolvem projetos de extensão em municípios do S/M


Divulgação


Durante o primeiro semestre de 2023, a turma do terceiro período do curso de Engenharia Agronômica do Unis realizou diversos trabalhos práticos na disciplina de Projeto Integrador Extensionista, conduzida pela Profa. Dra Paula Rachel Rabelo Correa. No dia 13 de junho, os grupos organizaram as apresentações finais dos projetos realizados ao longo dos últimos meses. Com avaliações feitas por uma banca formada por professores do curso de Engenharia Agronômica, os alunos apresentaram seus trabalhos que tiveram temas diversos, como: certificação, controle biológico, multiplicação de microrganismos “On Farm” e prestação de serviço à comunidade, envolvendo públicos diversos da região, desde a Associação dos Cafeicultores de Ilicínea, a agricultores das regiões de Monsenhor Paulo, Elói Mendes e Campanha. Os trabalhos foram direcionados para atender as disciplinas de Entomologia, Solos e Legislação que fazem parte da grade do curso de Engenharia Agronômica, mas também os interesses da comunidade. Na disciplina de Legislação foi realizado um trabalho de “estado da arte” sobre certificação de café. Na temática do Controle Biológico foi montado um protocolo para controle de pragas para pequenos produtores de cana de açúcar em Monsenhor Paulo e região para produção de cachaça artesanal.
Foi também montado e testado o protótipo de isolamento e multiplicação do fungo Beauveria sp. em fermentador caseiro nas pequenas propriedades de cafeicultores na região de Ilicínea. O fungo foi aspergido em plantas doentes que reagiram positivamente, diminuindo os sinais de várias doenças.
Ainda no Controle Biológico, alunos organizaram um experimento para testar o fungo Penicilium sp. no controle de formigas. Esse controle é necessário em hortas e cultivos orgânicos onde os produtos químicos não são aconselháveis ou proibidos.
Os testes preliminares foram muito promissores, uma vez que 5 laranjas contaminadas com Penicilium sp. misturadas fervorosamente em um litro de água, foram suficientes para controlar a população de formigas em dois formigueiros testados. O resultado foi considerado promissor para continuação dos experimentos.
Na temática de prestação de serviço, alunos trabalharam com a broca do café, que é atualmente o grande problema da cultura do café no sul de Minas. Não existe controle biológico e nem produtos químicos considerados eficientes para o controle dessa praga. Prestando serviço a uma comunidade de pequenos agricultores da região de Monsenhor Paulo, o grupo testou os químicos mais vendidos no mercado in vitro. Os resultados revelaram que a aplicação dos produtos químicos in vitro funcionou a contento. Esse resultado, portanto, remete o problema para o manejo do produto no campo. Resultado muito importante para o manejo da praga no café.
Outro serviço à comunidade tratou da consequência do plantio direto no surgimento de muitas pragas novas nas culturas, inclusive na soja, que está sofrendo com lesmas e caramujos no plantio. No entanto, até o momento não existem controles biológicos e os produtos químicos disponíveis no mercado estão muito agressivos e prejudicando muito as plantações. Foi preparado um trabalho na fazendo Novo Horizonte, no município de Campanha, onde os nossos alunos testaram o produto Metarex na cultura da soja para controle das lesmas e caramujos na soja. O resultado foi considerado muito promissor para o controle da praga porque conseguiu controlar a praga e não provocar fitotoxidade na cultura.
Além de trabalhar na prática conteúdos diversos da atuação profissional do curso de Engenharia Agronômica, o Projeto Integrador Extensionista atua também em eixos da Responsabilidade Social, passando por questões que envolvem a inclusão social, o meio ambiente e o desenvolvimento social e econômico.

Comments


bottom of page