top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Amoêdo dispara contra Zema e diz que Novo é partido liberal que aumenta impostos

A crítica é uma referência ao aumento do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS) no Estado



João Amoêdo — Foto: BR/Estadão Conteúdo


O ex-presidenciável e fundador do Novo, João Amoêdo, disparou contra o partido ao criticar o governo de Romeu Zema (Novo) nas redes sociais. Amoêdo se desfiliou da legenda no final do ano passado.


Ele ainda declarou que, da sigla original, “do Novo restou apenas o nome”, e disse que vê uma “estratégia populista” para "obter os votos de eleitores do ex-presidente sendo rechaçada diariamente pelas lideranças bolsonaristas”.




“O que se tornou o Novo, que foi fundado para melhorar a vida do cidadão por meio da gestão pública eficiente e redução do peso do Estado: Em MG, único estado que governa, aumenta impostos; Enquanto isso, concede privilégios a grupos empresariais; Na Câmara, vota contra a Reforma Tributária; Nos diretórios, utiliza dinheiro público para remunerar dirigentes ‘liberais’; Se dispõe a filiar quem não é ficha limpa; Sua prestação das contas partidárias é uma das menos transparentes; Ataca outras instituições da República; Atua pensando somente nas próximas eleições”, avaliou.

FONTE: O TEMPO

Kommentarer


bottom of page