top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Anatel faz apreensão recorde de 112 mil produtos irregulares em Minas Gerais

Operação de fiscalização foi feita em centro de distribuição na cidade de Extrema (MG). Entre os itens apreendidos estão carregadores de celular, fones e teclados.


Fachada da sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) — Foto: TV Globo/Reprodução
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta quinta-feira (9) que fez apreensão recorde de 112 mil produtos irregulares no centro de distribuição da Multilaser no município de Extrema (MG).

Segundo o conselheiro Artur Coimbra, foram apreendidos itens como drones, carregadores de celular, fones de ouvido e teclados, num valor total estimado em R$ 2,3 milhões. A operação foi realizada entre os dias 30 de outubro e 8 de novembro.
"Foi a maior quantidade de produtos retidos até agora em operações desse tipo", afirmou Coimbra. Segundo Coimbra, a ação é parte de um plano de ação da Anatel contra a pirataria, que retirou do mercado 7,5 milhões de produtos, com valor estimado em R$ 630 milhões. As fiscalizações têm sido realizadas desde 2018.
Todo produto de telecomunicações vendido no Brasil precisa ser homologado pela Anatel. O procedimento é importante para o garantir que o produto siga normas de qualidade e segurança, que são obrigatórias para aparelhos que emitam radiofrequência.
Para saber se o equipamento está regularizado junto à Anatel, é preciso verificar a presença do selo de homologação no produto, no manual ou na caixa. O selo garante assistência técnica em caso de defeito.

FONTE:G1

Komentáře


bottom of page