top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

André Yuki se reúne com o cônsul-geral do Japão na Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira




No último sábado (16/09), o diretor da Associação Cultural Nikkei de Varginha (ACNV) e presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Sul de Minas e do Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação de Varginha (SEHAV), André Yuki, se reuniu com o cônsul-geral do Japão, Ken Hashiba, na Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira (AMCNB), em Belo Horizonte.

A reunião contou ainda com a presença da diretora executiva da Abrasel no Sul de Minas e assessora do SEHAV, Ana Luísa Alves; do presidente da AMCNB, Oscar Tadashi Shimizu e da assessora do cônsul do Japão em Belo Horizonte, Yukari Hamada, além dos demais representantes das associações nikkeis de Minas Gerais. André Yuki representou o presidente da ACNV, Akio Nishikawa.

O objetivo do encontro foi promover ações e parcerias para o fomento da cultura japonesa através de eventos, festivais, cursos, intercâmbio e a gastronomia, principal propagadora da cultura milenar, apresentando ao cônsul, as atividades desenvolvidas pelas associações, os principais propósitos e as necessidades.
De acordo com André Yuki, o encontro estreitou e aproximou as relações entre as entidades nikkeis, para melhorar a infraestrutura dos kaikans (sedes das associações) e profissionalizar os representantes para captação de recursos financeiros. Além disso, André sugeriu que sejam feitos encontros semestrais entre as associações do estado, para buscas de parcerias e novos associados.

“Trocamos experiências e cases de sucessos, para juntos, fortalecermos a cultura nipo-brasileira no nosso estado e também no país. Alinhamos também, estratégias para realização do Festival do Japão em cada regional. Em Varginha, estamos ansiosos pela volta do festival no próximo ano”, ressaltou.

O cônsul-geral do Japão, Ken Hashiba, explica que uma das principais missões do consulado é divulgar a cultura japonesa. “Temos que ajudar as atividades das associações para trabalharmos juntos para a cultura japonesa continuar viva no futuro”, afirmou.

65 anos da Associação Mineira de Cultura Nipo-Brasileira​


No domingo (17/09), a associação realizou diversas apresentações em comemoração aos seus 65 anos, além do Keiro-Kai, festa em homenagem aos idosos. Em seguida, foi servido um almoço para os presentes.

Para o presidente Oscar, o trabalho da associação é de continuar o que os antepassados deixaram. “Precisamos manter o legado da reunião entre as famílias da colônia japonesa. Hoje, nossa associação é aberta para toda a população que gosta da cultura, costumes e prática das tradições japonesas. Uma das nossas principais preocupações são os jovens, que precisam ser incentivados para continuar com as ações”, explicou.

Yukari Hamada frequenta a associação há 55 anos e já participou de diversas etapas e eventos. “Estar na comemoração dos 65 anos da AMCNB significa muito! É sempre importante congregar os filhos e netos dos pioneiros, que trabalharam para construir e deixar um legado no futuro. Para essa nova geração, é uma oportunidade de continuar em prol da cultura, mantendo as tradições e valores”, reforçou.

O deputado federal, Pedro Aihara, esteve presente nas comemorações do aniversário da AMCNB. “Os 65 anos é motivo de muita celebração! Meu bisavô foi um dos fundadores da colônia japonesa de Tomé-Açu, no estado do Pará, e como vim para cá muito novo, sentia muita falta de ter um espaço onde eu pudesse ter esse sentimento de pertencimento. E aqui na associação temos a oportunidade manter nossa cultura viva, trocando experiências, se divertindo e interagindo. O objetivo é repassar aos jovens, mas também respeitando todos aqueles que construíram essa história. Fico muito feliz de estar nesse espaço familiar e de amigos”, concluiu.

Fonte: Ana Luísa Alves / Abrasel Sul de Minas.

Yorumlar


bottom of page