top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Armas e munições são apreendidas em casa de policial militar suspeito de ameaçar esposa

No total, nove homens foram presos em operação da Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (29) por envolvimento em crimes de violência contra a mulher.


Foto: Divulgação/Polícia Civil
Na manhã desta sexta-feira (1º), foram realizadas apreensões de armas e munições na residência de um policial militar na Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O referido policial é suspeito de ameaçar psicologicamente sua esposa.

Além da apreensão na Savassi, outras nove prisões foram efetuadas nos bairros Buritis e Alto Barroca, na Região Oeste, e no Glória, Região Noroeste de Belo Horizonte, por envolvimento em crimes contra mulheres.

Um indivíduo foi preso preventivamente por descumprimento de medida protetiva estabelecida pela Justiça.

Essas prisões e apreensões são parte das diligências da Operação Átria, conduzida pela Polícia Civil, que marca o início do mês da mulher.

"Uma violência infelizmente democrática, pode acontecer em qualquer meio social. [Após a denúncia] indistintamente a Lei Maria da Penha vai ser aplicada, vai ser instaurado um inquérito policial e as medidas vão ser requeridas. Nos casos mais graves, serão efetuadas as prisões desses agressores", esclareceu a delegada Danúbia Quadros da Polícia Civil de Minas Gerais.

Mulheres vítimas de violência doméstica podem denunciar através dos números 180 (Central de Atendimento à Mulher), 181 (Disque Denúncia) e 190 (Polícia Militar), ou podem procurar diretamente as delegacias especializadas.

Em Belo Horizonte, a delegacia especializada está situada na Avenida Barbacena, 288, no Barro Preto. Também é possível registrar queixas na Casa da Mulher Mineira, localizada na Avenida Augusto de Lima, 1845, no Centro.

Comments


bottom of page