top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Atacante Hulk, do Atlético-MG, desabafa após derrota no clássico: "Me chamando de pipoqueiro"

Ele postou números dele na passagem pelo clube em uma rede social e disse que "torcedores modinha" estão o chamando de pipoqueiro


Hulk jogador do Atlético-MG, desabafou em suas redes sociais. FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O atacante do Atlético-MG, Hulk, expressou seu desabafo nas redes sociais após a derrota do clube no clássico contra o Cruzeiro no último sábado, por 2 a 0, na Arena MRV. O camisa 7 compartilhou os números de sua performance desde que chegou ao Galo na tarde desta segunda-feira e escreveu:

"E ainda tenho que aguentar alguns torcedores modinha me chamando de pipoqueiro"

Hulk está em sua quarta temporada com a camisa do Galo, acumulando gols, títulos e assistências. Neste ano, marcou um gol e deu duas assistências na única vitória do time mineiro na temporada, na segunda rodada, por 4 a 0, contra o Democrata. O Galo perdeu duas partidas e venceu apenas uma no ano.

No clássico de sábado, Hulk não conseguiu marcar, assim como todo o time de Felipão. É o segundo clássico seguido na Arena MRV em que o Alvinegro é derrotado para o maior rival.

Desde o ano passado, Hulk evita falar com a imprensa. Sua última entrevista foi uma coletiva pela Galo TV em dezembro. O camisa 7 tem evitado os microfones neste ano e não concedeu entrevistas aos jornalistas em nenhum dos jogos.

Hulk desabafa nas redes sociais — Foto: Reprodução

Os números do Hulk

No primeiro ano de Atlético, em 2021, marcou 36 gols e deu 12 assistências, em 68 jogos. Conquistou o Triplete Alvinegro - Mineiro, Copa do Brasil e Brasileirão.

Em 2022, Hulk balançou as redes 29 vezes e deu cinco assistências, em 46 partidas disputadas. No ano passado, a alta média seguiu, Hulk marcou 30 gols. Deu 14 assistências, em 59 jogos disputados.

O galo é inclusive o time que mais vezes marcou na carreira. São 96 gols pelo Atlético, superando os 95 de Hulk pelo Porto. Pelo Galo, são 175 jogos, com 96 gols e 33 assistências. Melhor média da carreira do atacante. Pelo Porto, o jogador tem as mesmas 33 assistências, mas em 186 jogos.
bottom of page