top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Autoridades dos EUA se reuniram com dois alienígenas, mostram documentos vazados


Reprodução

Um dos mais conhecidos casos sobre extraterrestre dos Estados Unidos, o Incidente em Roswell (1947), tem novas revelações. Documentos vazados do governo norte-americano apontam que autoridades do país se encontraram com dois alienígenas para uma "reunião oficial" em outro local, 20 anos depois.
Embora não esteja claro exatamente de onde vieram os registros, várias páginas de um relatório bombástico foram postadas no Reddit, mostrando que Roswell realmente aconteceu.
A primeira página do documento o chama de Projeto Aquarius e Projeto Sigma – dois nomes previamente confirmados pelo governo dos EUA. E numa das únicas páginas não editadas, afirma que em 7 de julho de 1947 – data de Roswell – foi iniciada uma “operação secreta para assegurar a recuperação dos destroços deste objeto para estudo científico”.
Mas a verdadeira novidade está nas páginas seguintes. Nelas, consta que, em 25 de abril de 1964, oficiais de inteligência da Força Aérea dos Estados Unidos tiveram um encontro no deserto do Novo México com alienígenas. Isso ficou conhecido como o incidente de Lonnie Zamora, onde um policial afirmou ter visto duas pessoas ao lado de um objeto brilhante que mais tarde subiu no ar.
Tal fato sempre foi negado pelas autoridades dos EUA – assim como a maioria dos encontros com OVNIs – mas o documento dá muitos detalhes sobre o que realmente aconteceu. Afirma, como parte do Projeto Sigma: “Em 25 de abril de 1964, um oficial de inteligência da USAF encontrou dois alienígenas em um local pré-combinado no deserto do Novo México.
“O contato durou aproximadamente três horas. O oficial da Aeronáutica conseguiu trocar informações básicas com os dois alienígenas.
Fonte: O Tempo
bottom of page