top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Bebê de 1 ano morre por overdose de fentanil em centro para crianças em Nova York

Dona de apartamento que recebia crianças de 8 meses a 12 anos foi presa junto com homem que alugava um dos quartos do imóvel. Polícia encontrou droga perto de tapetes para cochilo usados por crianças.


Família Dominici comemora aniversário de 1 ano de Nicholas em Nova York, nos Estados Unidos — Foto: Reprodução/Instagram

Nicholas Dominici, uma criança de 1 ano, morreu por overdose de fentanil em Nova York na última sexta-feira (15).

A polícia acredita que o contato dele com a droga tenha acontecido através do tapete de cochilo utilizado por ele no centro para crianças em que ficava durante o dia.
Outras três crianças entre 8 meses e 2 anos foram internadas no hospital após serem expostas ao narcótico.
O centro para crianças, localizado no bairro do Bronx, funcionava em um apartamento e recebia crianças de 8 meses a 12 anos.
A dona do local, Grei Mendez, e um homem que alugava um quarto dela, Carlisto Acevedo Brito, foram alvo de acusações por conspiração e assassinato. Droga em tapete Nas inspeções da polícia, 1 kg de fentanil foi encontrado armazenado em cima de tapetes de cochilo usados por crianças que frequentavam o local. Uma prensa para drogas também foi confiscada no quarto alugado por Carlisto.
A defesa de Grei afirma que ela entrou em pânico após encontrar as crianças supostamente sob efeito de drogas e só falou com o marido por 10 segundos antes de ligar para a polícia.
Durante um discurso para tratar de outros assuntos, o prefeito de Nova York, Eric Adams, fez questão de falar sobre a tragédia.
“Nós simplesmente nos tornamos tão confusos como sociedade. Precisamos nos recompor”, disse ele. “Não sei o que há de errado conosco. Tínhamos fentanil em uma local para crianças.”

Grei Mendez, dona de creche em Nova York, sendo levada por policiais — Foto: NBC

FONTE: G1

Comments


bottom of page