top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Brasília sediará um evento em apoio ao agro e contra invasões de terras, organizado pelo Movimento Invasão Zero.


Foto: Reprodução
Agendada para 24 de abril, a reunião contará com a participação de deputados e governadores. A capital federal será o local onde ocorrerá o evento de oposição às invasões de terras e ao movimento "Abril Vermelho" promovido pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Planejada para 24 de abril, a reunião conduzida pelo Movimento Invasão Zero tem como intuito explorar possíveis medidas em prol do agronegócio brasileiro na presença de líderes políticos. Ao lado dos produtores rurais e dos coordenadores nacionais do Movimento Invasão Zero, Dida Souza e Luiz Uaquim, o deputado federal Tenente-Coronel Zucco (PL-RS) afirmou que o evento contará com a participação de colegas na Câmara, senadores, deputados estaduais e governadores.

O congressista preside a Frente Parlamentar Invasão Zero. Em um vídeo divulgado no perfil do Instagram do Movimento Invasão Zero, Zucco declarou que um dos propósitos do encontro é formular medidas para combater as invasões de terras em todo o país.

Ele enfatizou a necessidade de uma colaboração entre as autoridades em apoio aos produtores rurais. "A narrativa do 'Abril Vermelho', do MST, está causando muitos problemas para o agro brasileiro", disse Zucco. "Precisamos coordenar ações com os governos estaduais, polícias militares e ministérios públicos para evitar que esse movimento criminoso continue cometendo atrocidades no campo brasileiro." Segundo Zucco, as iniciativas do Movimento Invasão Zero contra as invasões de terras conduzidas pelo MST se estenderão além do evento agendado para 24 de abril, que também incluirá uma sessão solene no Congresso Nacional.

A intenção é realizar um seminário para discutir o assunto. "É importante deixar claro que são os homens e mulheres do campo que garantem a alimentação em nossas mesas", ressaltou Zucco. De acordo com Uaquim, o evento em Brasília também servirá como ponto de partida para discutir projetos de lei contra invasões de terras e realizar fóruns sobre a relevância da produção rural.

O Movimento Invasão Zero, cujo nome indica sua missão de evitar invasões de terras, surgiu na Bahia por volta de 2023. Nos últimos meses, o grupo vem buscando expandir suas ações nacionalmente no enfrentamento ao MST e a movimentos similares. Em novembro do ano passado, por exemplo, um evento marcou o início das atividades em Goiás.
Fonte: Revista Oeste

Comments


bottom of page