top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Brasil tem mais boi do que gente: rebanho atinge recorde de 234,4 milhões

Este é o maior contingente da série histórica, iniciada em 1974. População brasileira, contudo, vem encolhendo: país tem 203 milhões de habitantes



Peões da fazenda na lida com o gado — Foto: Márcia Foletto


Ao contrário da população brasileira que vem crescendo a ritmo lento, a quantidade de bois segue aumentando de forma expressiva a cada ano no país. São mais de 234,4 milhões de cabeças de gado no país, o maior contingente da série histórica, iniciada em 1974. Por outro lado, há 203 milhões de habitantes no país, segundo o Censo 2022, no menor crescimento da História.
O município de São Felix do Xingu, no Pará, concentrou o maior rebanho bovino do país, com 2,5 milhões de cabeças. Os dados são da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) 2022, divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE.
A pesquisa também aponta recordes em outras culturas. A produção de ovos de galinha subiu 1,3% em 2022, em relação a 2021, e chegou a 4,9 bilhões de dúzias. O município de Santa Maria de Jetibá (ES) lidera a produção com 318,6 milhões de dúzias. Já o rebanho de suínos cresceu 4,3% no mesmo período e alcançou mais de 44,4 milhões de animais. Mais da metade desse rebanho, segundo o IBGE, está concentrado na Região Sul (23 milhões de suínos). O município de maior rebanho é Toledo, no Paraná, com 909,9 mil cabeças. Recorde de produção A produção de peixes chegou ao maior nível da série, com 617,3 mil toneladas e R$ 5,7 bilhões em valor de produção. O município de Nova Aurora, no Paraná, mantém a liderança, com 24,4 mil toneladas, ou 4% da produção nacional.
A produção de mel teve alta anual de 9,5%, chegando ao recorde de 61 mil toneladas. O município líder foi Arapoti (PR), com 991,7 toneladas de mel. O valor de produção de todos os produtos de origem animal levantados pela Pesquisa da Pecuária Municipal 2022 chegou a R$ 116,3 bilhões, e 7,4% (ou R$ 8,6 bilhões) desse valor vieram da aquicultura. Em relação ao ano anterior a alta foi de 17,5%. Queda na produção do leite Segundo o IBGE, o leite concentrou 68,8% do valor de produção de R$ 116,3 bilhões, o que representa R$ 80 bilhões. A produção de leite de vaca caiu 1,6% em 2022, ficando em 34,6 bilhões de litros. A liderança permanece com Castro, no Paraná, que foi responsável por 426,6 milhões de litros.

A tilápia é a espécie que lidera a piscicultura, representando 60,8% (R$ 3,5 bilhões) do valor da produção de peixes. O maior produtor de tilápia foi Nova Aurora (PR), com 24,4 mil toneladas e R$ 190,0 milhões em valor de produção.

FONTE: O GLOBO

Comments


bottom of page