top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Brics anunciam reunião de cúpula sobre crise no Oriente Médio

Encontro virtual está marcado para esta terça-feira


Lula durante 15ª Cúpula de chefes de Estado dos Brics. FOTO: Audiovisual/PR

Os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul) realizarão nesta terça-feira (20) uma cúpula extraordinária em videoconferência sobre o conflito entre Israel e Hamas.

A informação foi divulgada pelo serviço de imprensa do Kremlin, enfatizando que o presidente Vladimir Putin também participará.

A África do Sul presidirá amanhã uma reunião virtual extraordinária "sobre a situação em Gaza e no Oriente Médio", segundo a presidência sul-africana.

"O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, na qualidade de presidente do grupo dos países Brics, convocou uma reunião conjunta extraordinária sobre a situação em Gaza", diz o comunicado.

Além dos demais chefes de Estado do Brics, participarão os líderes dos países convidados durante a recente cúpula do grupo em Johanesburgo, incluindo Arábia Saudita, Argentina, Egito, Etiópia, Irã e Emirados Árabes Unidos.

O presidente sul-africano, que na sexta-feira (17) solicitou uma investigação ao Tribunal Penal Internacional (TPI) sobre a guerra entre Israel e a Faixa de Gaza, juntamente com outros quatro estados, abrirá a reunião do Brics, onde cada um dos outros países, membros ou convidados, deverá falar, conforme indicado no comunicado de Pretória.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, também participará da reunião.

Após a cúpula, os líderes "devem adotar uma declaração conjunta sobre a situação no Oriente Médio, em particular em Gaza".

A África do Sul tem sido há muito tempo defensora convicta da causa palestina, com o CNA, partido no governo desde o advento da democracia no país, frequentemente traçando paralelos com sua histórica luta contra o apartheid. .

FONTE: TERRA

Comments


bottom of page