top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Caminhão tomba em Joinville e derrama carga tóxica em rio

Um caminhão carregado com ácido sulfônico tombou e bloqueou a SC-418, no km 15, na Serra Dona Francisca, em Joinville (SC) na manhã de segunda-feira (29/1). O acidente levou ao derramamento do produto químico, que chegou a atingir um rio na região. Vídeos registram uma espuma branca sobre a correnteza. Por causa disso, a Prefeitura de Joinville decretou Situação de Emergência na cidade. A captação de água da Estação de Tratamento (ETA) do Cubatão foi totalmente fechada às 10h e ao menos 34 bairros podem ficar sem abastecimento.
O trânsito no local foi interditado para a segurança dos motoristas e a Polícia Militar Ambiental, bombeiros e Polícia Militar Rodoviária atuam na ocorrência.
Técnicos analisam água de Joinville
Segundo a prefeitura, técnicos da Companhia Águas de Joinville realizam análises para garantir que não há resquícios do produto químico na água. A empresa constatou que os níveis dos reservatórios estão baixando rapidamente. Por volta das 10h30, o nível dos reservatórios estava em média de 50%, o suficiente para quatro horas de consumo.
Lideranças da Prefeitura, Águas de Joinville e Forças de Segurança da cidade estão reunidas no Gabinete de Crise para acompanhar a situação.
O prefeito Adriano Silva sobrevoou o local com o helicóptero Águia, da Polícia Militar, e constatou que o produto avança com velocidade pelas águas da região. A prefeitura pediu que a população colabore e economize água.
Os bairros atendidos pelas ETA Cubatão são Adhemar Garcia, América, Anita Garibaldi, Atiradores, Aventureiro, Bom Retiro, Boa Vista, Bucarein, Centro, Comasa, Costa e Silva, Distrito Industrial Norte, Dona Francisca, Espinheiros, Fátima, Floresta, Glória, Guanabara, Iririú, Itaum, Jardim Paraíso, Jardim Iririú, Jardim Sofia, Jarivatuba, João Costa, Paranaguamirim, Parque Guarani, Petrópolis, Pirabeiraba, Rio Bonito, Saguaçu, Santo Antônio, Ulysses Guimarães e Vila Cubatão.
O ácido sulfônico, tóxico, é usado para fabricação de detergentes líquidos, pós e pastosos, desengraxantes, multiuso, limpa alumínio e limpadores em geral. O produto que vazou do caminhão acidentado já está inclusive gerando mau cheiro na região afetada. Bombeiros e policiais estão usando máscaras de segurança e promovendo a retirada das pessoas que moram nas proximidades do acidente.
Fonte: O Tempo

Comentários


bottom of page