top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Cidades do Sul de MG se destacam entre melhores locais para envelhecer no país; veja quais são

São Lourenço ficou em 1º lugar no Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade, que elabora o ranking de melhores cidades para acolher e atender a pessoas com mais de 60 anos.


São Lourenço (MG) ficou em 1º lugar no ranking entre as cidades de médio porte com os melhores índices para acolher e atender a pessoas com mais de 60 anos. Além da cidade, outros municípios da região também aparecem na lista. A informação foi revelada em uma pesquisa feita pelo Instituto de Longevidade.
A sul-mineira São Lourenço liderou a pesquisa em um grupo de 674 municípios considerados de médio porte. O índice é medido a cada 3 anos e leva em consideração a qualidade das condições socioambientais, econômicas, de saúde e as estruturas públicas.
São Lourenço (MG) — Foto: Reprodução/EPTV
Pesquisa Para entender qual a melhor cidade para se envelhecer no Brasil e o quão preparados estão os municípios brasileiros para o envelhecimento populacional, o Instituto de Longevidade construiu o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL).
Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que até 2050, 1 em cada 4 brasileiros deverá ter 60 anos ou mais.
Diante do levantamento, o objetivo era conhecer as melhores cidades para se envelhecer no país com base em 23 indicadores relacionados a aspectos econômicos, socioambientais e de saúde.
No estudo, os resultados do índice foram apresentados em formato de ranking da posição dos municípios divididos em três categorias: cidades grandes (100.000 ou mais habitantes); médias (34.850 a 99.999 habitantes); e pequenas (menos do que 34.850 habitantes). O IDL pode ser um indicador importante para nortear os gestores em relação às diversas dimensões associadas ao envelhecimento populacional digno e com boas condições de vida nos municípios. Resultados

Cidades grandes:
Dentre os 326 municípios classificados no grupo de cidades grandes, as cidades de Varginha (37.º), Pouso Alegre (39.º), Poços de Caldas (56.º) e Passos (128.º) ocuparam posições importantes no ranking das melhores cidades para aqueles que buscam viver mais e melhor no Brasil.
De acordo com os resultados do Censo Demográfico 2022, dentre esses quatro municípios: Poços de Caldas apresenta a maior proporção de idosos (19,8%), seguido por Passos (18,3%), Varginha (17,1%) e Pouso Alegre (16,2%).
O maior crescimento da população idosa nos últimos doze anos (entre 2010 e 2022) foi observado em Varginha (60,5%).
Municípios do Sul de Minas, população e posição no ranking Brasil do IDL 2023 — Foto: Instituto de Longevidade (2023)

Cidades médias:
No grupo de cidades médias, composto por 674 municípios, São Lourenço se destacou na primeira posição, como o melhor município do Brasil para se envelhecer.
Segundo o relatório do Instituto de Longevidade, esse resultado pode ser explicado, principalmente, pelo número de estabelecimentos e profissionais de saúde com nível superior, proporção de idosos no município, número de matrículas no ensino superior de pessoas com mais de 60 anos e o baixo número de óbitos por causas não naturais, como acidentes e violência.
Dentre os municípios do Sul de Minas, São Lourenço foi seguido por Guaxupé (41.º), Itajubá (61.º), Extrema (71.º), São Sebastião do Paraíso (73.º) e Alfenas (87.º), no ranking do Brasil.
São Lourenço se destaca, ainda, com a maior proporção de idosos no ano passado (21,4%), após um crescimento de 45,2%, em relação ao ano de 2010. Seguido por Guaxupé (20%), Itajubá (18,9%), São Sebastião do Paraíso (18,8%), Alfenas (18,4%) e Extrema (13%).

FONTE:G1


Комментарии


bottom of page