top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Coluna Arte e Cultura em Ação - 14/03/2024




APESUL INAUGURA PROJETO DE LEITURA DA FUVAE


A Associação de Poetas e Escritores do Sul de Minas, associação voltada às atividades culturais literárias, inaugura dia 20 de março o espaço que será destinado para um maravilhoso PROJETO DE LEITURA que acontecerá durante todo o ano de 2024, na FUVAE - Fundação Varginhense de Assistência aos Excepcionais – projeto que envolverá alunos, professores e familiares.




A apresentação da leitura, na primeira infância é de extrema importância, pois por meio dessa habilidade as crianças aprendem a experimentar experiências que levarão para toda vida.

Uma das metodologias milenar e altamente eficaz para despertar o gosto pela leitura é a CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS.

Dia 20 de março se comemora o Dia Nacional do Contador de Histórias. Não é de hoje que essa prática existe, os contadores de histórias atuam há séculos. De certa forma, a evolução da humanidade está diretamente ligada à arte de contar histórias que precede à prática da leitura e escrita.

Há séculos atrás, depois de um exaustivo dia de trabalho, os adultos se reuniam para relatar suas tarefas, contar causos, relembrar de acontecimentos que envolviam seus antepassados. Dessa forma, passavam seus conhecimentos e suas culturas geração após geração.

Atualmente, com um mundo mais tecnológico, repleto de urgências e emergências, esse hábito foi deixado de lado por muitos adultos, mas no meio educacional ainda é muito utilizado como recurso pedagógico para levar a criança a se interessar, primeiro pela história contada e, depois, pela história lida e escrita.

O Contador de Histórias é mais que um intermediador de obras literárias.
Ele tem como premissa abordar a criança de maneira lúdica e interativa, trazendo temas que despertem valores como: empatia, respeito, generosidade, amizade...
O bom contador se disponibiliza de várias técnicas apropriadas à idade, ao evento, ao espaço no qual irá atuar e a quantidade de público.
Faz uso de alegorias, adereços, figurinos, expressões corporais, faciais e fonológicas.

As histórias não são destinadas somente aos pequeninos.
Sempre há uma boa história para cada idade.

A APESUL tem uma Contadora de Histórias oficial – a Madame Pink – personagem faceira e toda trabalhada em cor de rosa que encanta não só o público infantil, mas também tem feito muito sucesso com o público adulto, levando sempre um repertório rico em histórias que têm como eixo principal as levezas e delicadezas da vida; as singelezas e simplicidades que quase sempre são passadas despercebidas por conta da correria do cotidiano.

Na manhã e na tarde do dia 20 de março não será diferente. Essa personagem irá encantar todos os alunos da FUVAE com a ARTE de tornar o mundo mais colorido e cheio de magia, proporcionando aos presentes uma porta aberta para o MUNDO FANTÁSTICO DA LEITURA.




Comments


bottom of page