top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Coluna Fatos e Versões com Rodrigo Silva Fernandes - 24/05/2024




Hemominas convoca mineiros para doar sangue
A prática de doar sangue - considerada um ato de amor ao próximo - é fundamental para garantir que a Fundação Hemominas, responsável por mais de 90% das demandas transfusionais do estado, tenha estoque suficiente para atender emergências, cirurgias eletivas e pacientes com doenças hematológicas. Segundo dados da Assessoria de Captação de Cadastro da Fundação Hemominas, apenas 1,8% dos mineiros são doadores de sangue regulares, sendo que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que esse índice seja de, pelo menos, 3% da população. Os estoques no banco de sangue de Varginha também estão baixos e a queda do número de doadores, em Varginha, deve-se em parte a ineficiência da própria Hemominas que demorou a construir suas instalações na cidade (ainda provisórias), depois que o Hemocentro foi fechado por imposição governamental. Não temos visto campanhas locais para captação de doadores ou mesmo nos hospitais públicos para aumentar os estoques. Este é um problema sério que precisa ser alvo dos governos, autoridades de saúde e imprensa, para mobilizar a população em causas urgentes e próximas. Afinal, se temos desabrigados e famintos em outros estados precisando de ajuda, e temos visto grandes mobilizações para ajudar quem está distante. É maior o dever de ajudar os muitos que estão próximos, nos hospitais de Varginha e região, precisando de sangue para fazer uma cirurgia emergencial ou mesmo necessitando de sangue para manter-se vivo.
 
Convívio diário
A interação do prefeito Vérdi Melo e grandes empresários tem sido uma constante na vida do líder político. Seja encontros pessoais e de negócios para fechar ampliações de empresas e novas instalações empresariais na cidade ou mesmo telefonemas e conselhos junto a líderes empresariais. Mas sempre há no dia-dia do chefe do Executivo um compromisso ou fala com o mundo empresarial. Contudo, diferente do mundo político onde há vaidades mil onde sempre o ciúme de um secretário ou um partido político atrapalha a convivência com outros. No setor produtivo, todos convivem bem com a “preferência de Verdi” por um grande empresário oriundo do setor cafeeiro e hoje ligado ao Porto Seco. Tal empresário possui inclusive diversas atribuições diferentes da vida empresarial, contribui na saúde, possui várias empresas em ramos diferentes e tem entrada em todas as esferas políticas. Muitas de suas empresas participam de concorrências na Prefeitura de Varginha, mas raramente ganham! Parece até que entram apenas para “marcar presença”!
 
ACIV e Faceca vão capacitar trabalhadores do Comércio
Em uma iniciativa conjunta para fortalecer o comércio de Varginha, a Faculdade CNEC Varginha e a Associação Comercial ACIV lançam o Programa de Formação em Vendas. O projeto será realizado nos dias 28 e 29 de maio, na Faceca. Tem como objetivo capacitar gratuitamente os colaboradores do setor, aprimorando suas habilidades e técnicas de venda para impulsionar o crescimento dos negócios. O programa contará com a presença de palestrantes renomados em suas áreas de atuação, que abordará temas como, Marketing Pessoal e Recrutamento, Negociação e Solução de Conflitos, Comunicação Organizacional e Oratória, Técnicas de Vendas e Pós-venda. O presidente da Associação Comercial de Varginha (ACIV) André Yuki, sabe que Investir na capacitação dos colaboradores é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Profissionais atualizados e bem treinados demonstram maior engajamento, produtividade e resultados superiores, além de proporcionarem um atendimento ao cliente mais qualificado e satisfatório. Além disso, pesquisas indicam que a capacitação dos colaboradores, principalmente vendedores, é um “calcanhar de Aquiles” para o comércio local, principalmente o comércio de rua. A capacitação chega num momento estratégico para o comércio, bem antes do Natal (25 de dezembro) e logo depois do Dia das Mães (12 de maio), que são as duas datas onde o comércio mais vende. Ou seja, os trabalhadores terão tempo para a capacitação, antes do “teste de fogo” das vendas de Natal, onde o comércio de rua e o do shopping e galerias terão forte concorrência das vendas pela internet. Neste caso, o atendimento pessoal faz toda a diferença para o cliente definir se vai comprar nas lojas físicas de Varginha ou pela internet.
 
MG volta a bater recorde com 300 empresas abertas por dia
A abertura de empresas em Minas Gerais alcançou o melhor desempenho dos últimos seis anos no mês de abril, com a marca de 9.021 novos empreendimentos registrados no período. O número equivale a 300 empresas abertas por dia, superando em 27,6% a média de 2023, que foi de 235 constituições empresariais diárias. Os dados compõem o último relatório mensal da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais - Jucemg, responsável por movimentações como abertura, alterações e encerramentos empresariais. Os números refletem o trabalho de desburocratização realizado pelo o Governo Zema, que facilita e faz com que o ambiente de negócios seja o mais livre possível. Minas Gerais é hoje um grande atrativo não só no Brasil, mas internacionalmente, visto o sucesso do governo estadual na atração de investimentos externos nas missões empresariais que o Governo tem integrado. Segundo a Jucemg, os números de abril ultrapassam em mais de 44% o volume verificado no mesmo período de 2023, que teve 6.261 registros. Representam ainda o melhor desempenho para o mês de abril desde 2019, quando a entidade passou a disponibilizar a ferramenta de totalização em tempo real dos registros mercantis. A presidente da entidade, Patricia Vinte Di Iório, reforça a importância das ações do Estado no sentido de melhorar o ambiente de negócios.
 
MG volta a bater recorde com 300 empresas abertas por dia - 02
A Jucemg também foi destaque no Brasil pela publicação, em 6/4, da resolução 03/2024 do Comitê Gestor Estadual da Redesim-MG, coordenado pela Jucemg, que ampliou de 701 para 730 o número de atividades que não dependem mais do ato público de dispensa de alvará para começar a funcionar.  Em 2024, já são 32.465 novos empreendimentos abertos em todas as regiões de Minas, o que representa aumento de 14,35% no comparativo aos quatro primeiros meses de 2023, quando foram abertos 28.391 novos negócios. Por segmento, todos os setores - indústria, comércio e serviços - registraram alta, entre janeiro e abril deste ano, em relação ao mesmo período no ano passado. O setor de serviços foi o que obteve maior crescimento, com 15,78% no período comparado. Foram 23.507 constituições nos quatro primeiros meses deste ano, 3.203 a mais em relação a 2023.  Já o setor industrial avançou 13,97% no comparativo entre os períodos. No acumulado do ano, foram abertos 1.615 empreendimentos industriais, enquanto, em 2023, foram 1.417 indústrias. O comércio registrou alta de 10,07% nas formalizações. Foram 7.343 empreendimentos formalizados no primeiro quadrimestre de 2024, contra 6.671 do mesmo período do ano passado. No acumulado do ano, o Sul de Minas fica na segunda colocação com (21,05%) atrás apenas do Noroeste de Minas com (25,05%) das aberturas. O balanço da Jucemg considera empresas de qualquer porte, com exceção dos MEIs (microempreendedores individuais), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor do Governo Federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais.
 
TCE emite parecer pela aprovação das contas de 2021 do governador Romeu Zema
O Tribunal Pleno emitiu parecer prévio pela aprovação das contas do governador Romeu Zema referentes ao exercício de 2021, em sessão extraordinária desta quarta-feira, 22 de maio. A análise do Balanço Geral do Estado, processo n. 1.114.783, foi retomada, após pedido de vista concedido ao conselheiro Cláudio Terrão na primeira sessão extraordinária de 2024, em fevereiro. Votaram pela aprovação das contas o relator, conselheiro Gilberto Diniz, e os conselheiros Wanderley Ávila, Agostinho Patrus e Telmo Passareli. O revisor, conselheiro Durval Ângelo, e o conselheiro Cláudio Terrão votaram pela aprovação com ressalvas. A Corte de Contas ainda apresentou determinações e recomendações ao Governo de Minas. A decisão do TCEMG é um parecer prévio, que será enviado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais, a responsável pelo julgamento final das contas do governador. A aprovação de contas de Zema no Tribunal de Contas já era esperada, mas neste caso tem um detalhe interessante pois contou, também, com o voto de aprovação do conselheiro Agostinho Patrus Filho, que foi ex-presidente da ALMG e foi um dos principais adversários políticos de Zema. O voto favorável de Agostinho neste momento mostra que algo mudou em relação a gestão Zema e o conselheiro. Parece que Agostinho pode ter reaproximado do governo, ou verificou que todas as acusações e insinuações que fazia quando era presidente da ALMG e algoz do governo, na verdade, não passavam de “cena política”. 
 
Sérgio Moro é absolvido e continua no Senado
O ex-juiz da Operação Lava Jato e atual senador Sérgio Moro foi absolvido por unanimidade contra ação formada por (PT, PV e PCdoB), onde apontava supostos equívocos cometidos pelo senador na pré-campanha. Moro já tinha sido absolvido em abril pelo TRE-PR, que rejeitou por 5 votos a 2 o pedido de cassação do parlamentar. No recurso atual, analisaram que o abuso de poder, uso de caixa dois e a utilização indevida dos meios de comunicação, não havia licitude e que Moro agil amparado pela Lei Eleitoral. Anteriormente, o Ministério Público Eleitoral, já tinha se manifestado a favor da manutenção do mandato do senador. No Supremo Tribunal Eleitoral, votaram Floriano Marques, André Ramos, Alexandre de Morais, Cármen Lúcia, Nunes Marques, Raul Araújo e Raquel Gallotti. A marcação cerrada do governo federal, por meio da confederação de partidos PT/PV e PCdoB, ao ex-juiz da Lava Jato Sérgio Moro somente serve para provar que Lula está determinado a perseguir seus algozes! A Operação Lava Jato, mesmo com seus abusos e exageros na espetacularização das ações da Polícia Federal, foi sem dúvidas a maior ação de combate à enorme corrupção que ocorreu no governo federal e estatais como a Petrobras. A inocência de Sérgio Moro, pronunciada novamente, agora pelo Tribunal Superior Eleitoral não é surpresa para o brasileiro inteligente e coerente que sabe o que foi a Operação Lava Jato.
 
Congresso AMM: Encerramento de mandatos, eleições municipais e o futuro das cidades é o tema principal do evento neste ano
O 39º Congresso Mineiro de Municípios já está movimentando o cenário político mineiro. Promovido pela Associação Mineira de Municípios (AMM), ele acontecerá nos dias 4 e 5 de junho de 2024, no Expominas, em BH, com o tema “Encerramento de mandatos, eleições municipais e o futuro das cidades”. A pauta municipalista também estará no centro dos debates, com reuniões e articulações de lideranças municipalistas, parlamentares e representantes dos governos estadual e federal. O Congresso terá uma programação intensa sobre esse importante período para as gestões municipais, com mais de 300 palestras temáticas relacionadas às cidades inteligentes, como inovação, tecnologia, governança, mobilidade urbana e proteção ao meio ambiente. Fóruns e salas técnicas irão debater ainda, mudanças climáticas e catástrofes naturais, iluminação pública, gestão de consórcios, convênios e contabilidade, nova lei para contratação de agências de publicidade, comunicação em ano de eleições, licitação e contratação pública, além dos principais temas relacionados à saúde, educação, meio ambiente, assistência social, esporte, lazer, cultura, turismo, economia e desenvolvimento econômico. Promovido anualmente pela AMM, a 39ª edição do Congresso espera bater novos recordes, com a expectativa de reunir quase dez mil participantes durante os dois dias de vento, com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, parlamentares, secretários, agentes da gestão pública municipal, formadores de opinião; imprensa e sociedade civil. “A expectativa é grande para esta edição, pois estamos diante de um momento crucial para as gestões municipais, onde a transição de mandatos e as eleições municipais são temas de extrema relevância. O futuro das nossas cidades está em jogo, e é essencial que estejamos preparados para enfrentar os desafios que se apresentam. É uma oportunidade única para discutirmos estratégias, compartilharmos experiências e nos capacitarmos para promover o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida em nossos municípios”, destaca o presidente da AMM e prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinicius.

RODRIGO SILVA FERNANDES é advogado e

articulista político da Gazeta e escreve as quartas

e sextas. Email: Rs.fernandes@fiemg.com.br

Comments


bottom of page