top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Coluna Fatos e Versões com Rodrigo Silva Fernandes - 28/06/2024




VTC: projetos e sonhos
Muita expectativa e projetos envolvem o imaginário do governo municipal e dos servidores públicos quanto ao espaço do Varginha Tênis Clube – VTC que agora passou para as mãos do Executivo Municipal. O local possui muito espaço e já existem especulações de setores do governo que gostariam de ocupar o local que fica no centro da cidade e pode inclusive abrigar outras secretarias municipais que não apenas a Semel. Aliás, esta é a maior expectativa de muitos no governo! O período de 20 anos que o Governo de Minas entregou o imóvel para o controle da Prefeitura de Varginha, na verdade será bem maior, com possibilidade, inclusive, do imóvel ser doado ou futuramente permutado com o Governo de Minas, que não pensa em utilizar a área. Mas o sonho de utilização de toda a área do VTC envolve bem mais que sonhos e projetos de salas e departamentos públicos luxuosos e com móveis novos. É fato que, a depender dos projetos do Governo para o local, o trânsito e comércio nas adjacências do VTC podem ser impactados, e sabemos que a área central já está “confusa e caótica no trânsito”. Quem sabe a transformação de parte do espaço em estacionamento público, ou mesmo a abertura de uma via que cortasse a área abrindo novas possibilidades no trânsito da região não seja uma possibilidade? Também poderia se ampliar a Avenida Benjamin Constant que ganhou enorme importância no trânsito local por ser um corredor viário para todas as linhas de transporte coletivo municipal? Enfim, palpites é o que não faltam. Mas antes de tudo, o Governo vai primeiro “conseguir espaço para abrigar o antigo VTC, sua “diretoria eterna e seus poucos e nervosos associados” para que desocupem o local. Depois disso o Governo vai precisar recuperar o espaço para início de utilização. E nessa primeira etapa entra um fator político importante: A gestão Verdi Melo quer “inaugurar o local para marcar a conquista de Verdi e não deixar este mérito ser totalmente deixado para a próxima administração, mesmo que seja de um aliado”. O tempo está correndo, e o fim da atual gestão também...
 
Lula hoje em Minas
O presidente Lula está em Minas Gerais nesta sexta-feira (28/06), vai descer em BH e vai a Contagem, na região metropolitana, depois vai a Juiz de Fora na Zona da Mata. Lula pretende “fazer campanha de seu governo anunciando obras e investimentos do Governo Federal”. O governador Zema, que é adversário político de Lula, não foi convidado e não estará presente na agenda. Os petistas mineiros esperam que Lula anuncie apoio ao pré-candidato petista à Prefeitura de Belo Horizonte, o deputado federal Rogério Correia, mas não se acredita nesta manifestação de apoio neste momento. Lula está sendo pressionado pelo PSD a dar apoio ao atual prefeito de BH, Fuad Noman (PSD) que vai disputar a reeleição em BH. O PSD é da base de apoio ao Governo Lula, com ministros no primeiro escalão e outros cargos importantes no governo, em troca do apoio político no Congresso Nacional e estados. Na cidade de Contagem, que é administrada pelo PT, Lula vai manifestar apoio à reeleição da prefeita Marília Campos e, também, em Juiz de Fora, (outra grande cidade administrada pelo PT em Minas), Lula deve anunciar apoio à reeleição da prefeita Margarida Salomão. No caso da Capital (BH) é bem provável que Lula somente manifeste apoio público no segundo turno, a depender do nome de esquerda que vá para a disputa. Fuad Noman (PSD) tem mais chances que Rogério Correia de ir ao segundo turno.
 
Lula em Varginha?
Nas cidades pólo de Minas onde não teremos segundo turno, como Varginha, ainda não há um cronograma de visita de Lula, mas é certo que ele vai gravar vídeos de apoio na maioria das cidades e, a depender do arco de alianças e importância do município no contexto político, pode fazer visita relâmpago em algumas cidades. Varginha possui um horário eleitoral que é acompanhado por dezenas de outras cidades no Sul de Minas onde Lula tem baixo apoio. É muito provável que a coordenação nacional do PT queira trazer o presidente à cidade de Varginha, se a legenda tiver um candidato competitivo. O PSD que apoia Lula em âmbito nacional não milita politicamente da mesma forma que o PSD local. A legenda vai lançar em Varginha como candidato majoritário o atual vice-prefeito Leonardo Ciacci e não se acredita que Ciacci e o PSD local queiram o apoio de Lula nas eleições municipais deste ano, a exemplo do que aconteceu em Belo Horizonte. O caso é que o PT local nem mesmo decidiu quem será o nome da federação PT/PV e PcdoB para as eleições municipais e se este candidato vai querer o apoio público e presença de Lula na cidade onde o presidente perdeu no primeiro e segundo turnos de 2022 para Bolsonaro. A conferir!
 
Varginha na disputa estadual da OAB/MG
As eleições da OAB acontecem no segundo semestre deste ano e podem trazer muitas transformações na entidade em âmbito estadual e nacional. Existe a perspectiva de nomes conhecidos dos advogados de Varginha na disputa estadual e nacional. O bom trabalho realizado pelo advogado Gustavo Chalfun à frente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/MG), tem despertado a atenção de dezenas de subseções da OAB em Minas que conclamam por sua candidatura para a presidência da OAB/MG. Atualmente a OAB/MG é presidida pelo advogado Sérgio Leonardo, amigo de Chalfun, que vem implantando uma gestão dinâmica e inovadora. Sérgio Leonardo pode disputar a reeleição, mas seu trabalho afrente da OAB/MG credenciou o mineiro para a disputa da OAB Federal que envolve diversas negociações nacionais em andamento. No caso de uma eventual disputa de Sérgio Leonardo para o comando nacional da OAB, (o que se mostra cada dia mais provável) o advogado Gustavo Chalfun é visto como o sucessor natural e mais competitivo para a disputa estadual da entidade, inclusive com o apoio de Sérgio Leonardo e outras importantes lideranças da advocacia. Vale pontuar que Sérgio Leonardo é conhecido na região e possui vários apoiadores, e Gustavo Chalfun é advogado formado na Faculdade de Direito de Varginha – FADIVA e iniciou sua carreira profissional em Varginha. Chalfun também foi presidente da subseção da OAB de Varginha tendo realizado grandes obras em prol da advocacia, o que o credenciou para os altos postos que vem ocupando na OAB de Minas.
 
Mágoa antiga
Algumas lideranças do PT de Varginha estão seriamente propensas a iniciar “pontes políticas com outros parlamentares do PT, importando nomes petistas para apoiar nas eleições de 2026”. Para tais lideranças locais, pertencentes às tendências mais radicais da legenda, os atuais parlamentares petistas com influências na região não estariam “correspondendo às expectativas, principalmente o deputado federal Odair Cunha, visto hoje como o maior influenciador do destino da legenda na cidade”. Alegam tais lideranças locais que o início da carreira política de Odair Cunha deve-se fundamentalmente ao apoio de Varginha, seus votos e lideranças locais da época, contudo, passado o tempo, dizem tais lideranças, que a atenção de Odair e priorização da cidade no contexto do mandato parlamentar do deputado teria mudado muito. Não é novidade o descontentamento interno do PT, a legenda sempre foi marcada por disputas internas, a exemplo do que já aconteceu em outras legendas como MDB, PP e PSDB, por exemplo. Mas o caso petista parece agora bem mais grave e emblemático. A conferir as cenas dos próximos capítulos.
 
Dança das cadeiras
As eleições municipais têm mexido com a composição do governo municipal, tendo em vista os desligamentos de pré-candidatos para as disputas municipais, conforme determina as regras eleitorais. Mas as mudanças também estão atingindo gabinetes de deputados atuantes na região e até mesmo entidades públicas e privadas como igrejas, veículos de comunicação e ONGs. No caso do governo municipal e gabinetes de deputados da região, as mudanças são “pontuais e seguidas de promessas e critérios”. Na maioria dos casos, existem acordos de retorno futuro do nome desligado agora caso percam as eleições. Mas há outros critérios, o retorno pode estar condicionado ao desempenho eleitoral nas urnas, ou mesmo a vitória de aliados no Executivo e Legislativo municipal. Na teoria, uma grande tramas e conchavos quando vista pelos olhos do eleitor leigo que não conhece a Política. Mas na prática, uma negociação muito comum é rotineiramente utilizada no meio eleitoral e que, mesmo parecendo imoral, não pode ser atacada pela Justiça Eleitoral. Mesmo porque, na maioria das vezes, estes “acertos são realizados entre quatro paredes e fica apenas no compromisso verbal, sem documentos e provas materiais”.
 
Expansão eleitoral
Três deputados federais com forte atuação na região estão comemorando expansão do poder político e área de atuação com fortalecimento agora nas eleições de 2024, já prevendo a “sangrenta disputa imaginada para as eleições de 2026”. O deputado federal Dimas Fabiano (PP) que tem como base Varginha vem ganhando prestígio em sua legenda em âmbito nacional e começa a abrir frentes de atuação em áreas distantes de Varginha, como por exemplo a cidade de Governador Valadares. Dimas está participando de ações de preparação técnica e política da legenda destinada aos candidatos a prefeitos e vereadores em 2024. Isso vai abrir novos apoios ao parlamentar em várias cidades mineiras bem distantes de Varginha. Além disso, o PP de Dimas Fabiano pode lançar candidato local a prefeito na cidade, além de também contar com o apoio do PL local, que vai lançar Zacarias Piva (ex-PP e atual PL) como candidato a prefeito nas eleições deste ano em Varginha. Já o deputado federal petista Odair Cunha (PT), que estava distante de Varginha, passou a ser a principal liderança do PT na região e vai ditar o destino de muitos diretórios municipais do PT nas eleições de 2024. Isso vai fortalecer ainda mais o parlamentar, que já é visto no Governo Federal como a “referência do PT no Sul de Minas”, o que fortalece o parlamentar nas definições políticas federais que atingem a região. Tal situação política, inclusive, tem servido para reativar e fortalecer as relações de Odair com muitos empresários e entidades na região que precisam de “conexões com o Governo Federal”. Já o deputado federal Diego Andrade (PSD) que também havia distanciado de Varginha e reduzido sua última votação na cidade, fortaleceu a presença do PSD local com o lançamento da candidatura de Leonardo Ciacci a prefeito em 2024. Ciacci será o nome governista proposto para a sucessão de Verdi Melo. Além disso, Diego Andrade é bem relacionado na bancada mineira na Câmara Federal, já tendo sido coordenador da bancada no passado. Mesmo sendo ligado a “ala Bolsonarista do PSD, Diego tem seus pleitos atendidos no Governo Lula, tendo em vista que a legenda é parte da base de apoio de Lula no Congresso Nacional”. Há rumores que a entrada de Ciacci no PSD para a disputa de 2024, envolveria ainda, a vinda de Verdi Melo para o PSD, onde seria candidato a deputado estadual em 2026, neste caso, dobrando com Diego Andrade, o que aumentaria a votação do federal na cidade. A conferir!
 
Rindo à toa
A Prefeitura de Varginha é hoje uma das principais clientes de muitas áreas como engenharia e outros setores da economia local. Pensar que o Poder Público Municipal no passado já foi visto como “enrolado e de difícil negociação”, atualmente a Prefeitura de Varginha é desejada como cliente da padaria a loja de material de construção, do vendedor de legumes as grandes empreiteiras regionais. Isso porque o Município está comprando e contratando muito e vem pagando em dia. Além disso, não é raro vermos que muitos contratos públicos estão sofrendo aditivos (mudanças contratuais) que elevam o valor das contratações e “fazem a alegria de muita gente”. As principais obras do governo municipal estão atualmente a cargo de empresas privadas contratadas para realização do projeto e os valores previstos inicialmente estão longe de ser o valor final da contratação. Obras como a construção da Avenida Sanitária, Centro de Eventos do Rio Branco, novo Mercado do Produtor e Velório Municipal estão a todo vapor e certamente vai ter muita empresa com “Natal antecipado no balanço financeiro”. Isso sem falar nas centenas de vias públicas que estão sendo asfaltadas na cidade. Um projeto municipal iniciado ainda na gestão Antônio Silva que vem ao longo destes anos recapeando as principais ruas e avenidas da cidade e recuperando vias rurais, o que está injetando muito recurso regularmente no setor de obras que possui, basicamente, 2 empresas locais que possuem centenas de empregos diretos na cidade.

Comentarios


bottom of page