top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Convocação de mesários para as Eleições 2024 já começou: e-mail, WhatsApp, carta e presencial


A convocação de mesárias e mesários para as eleições municipais de 2024 já começou. Em Minas Gerais, cerca de 210 mil pessoas* devem atuar nessa função, que é essencial para a democracia.

Cada cartório eleitoral escolhe o meio que considera mais adequado para convocar seus mesários. Podem ser usadas as seguintes formas de convocação:
Carta;
E-mail;
Presencial;
WhatsApp.

A convocação vai apresentar informações sobre o treinamento do qual a eleitora ou eleitor deve participar. Esse treinamento poderá ser presencial, pelo aplicativo Mesário ou em plataforma de educação a distância do TSE.

Além da convocação enviada para cada mesário, as zonas eleitorais também publicam um edital com a nomeação da mesa receptora de votos de cada seção eleitoral – são quatro mesários por seção. A publicação dos editais deve ser feita entre 9 de julho e 7 de agosto, no Diário da Justiça Eletrônico. A partir da publicação, as pessoas nomeadas têm até cinco dias para apresentar pedido de dispensa ao juiz eleitoral.

Se a eleitora ou eleitor que receber uma convocação para atuar como mesário tiver dúvidas sobre o assunto, basta ligar para o Disque-Eleitor – telefones 148 ou (31) 2116-3600.

Inscrições
Quem quiser ser mesária ou mesário, ainda pode se inscrever, porque o cadastro para a função é permanente.

Funções e benefícios
Cabe ao mesário garantir o funcionamento da seção eleitoral – cada seção conta com quatro pessoas nessa função. Entre as responsabilidades da mesária e do mesário, estão a organização das filas, a identificação de eleitoras e eleitores e a impressão da zerésima e do boletim de urna.
Mesárias e mesários têm direito a dois dias de folga no trabalho para cada dia de treinamento ou de trabalho na votação. As folgas devem ser negociadas diretamente com o empregador.
Quem atuar como mesário receberá auxílio-alimentação no valor de R$60 para cada turno trabalhado. Além disso, a atuação como mesário pode servir como critério de desempate em concursos públicos (se estiver previsto no edital).
E, se o mesário for estudante universitário e a universidade tiver convênio com a Justiça Eleitoral, as horas trabalhadas podem contar como atividade extracurricular. Saiba mais acessando a página Mesário no site do TRE.

Commentaires


bottom of page