top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Corpo de mulher encontrado parcialmente queimado e violentado em cafezal é de jovem de Pouso Alegre

Corpo foi encontrado no dia 10 de novembro na zona rural de Silvianópolis; namorado e mãe da vítima procuraram a polícia após imagem de tatuagem.

A Polícia Civil identificou o corpo da mulher que foi encontrado parcialmente queimado e com sinais de violência em uma área de cafezal de Silvianópolis (MG) no dia 10 de novembro.
Corpo de mulher encontrado parcialmente queimado e com marcas de violência em cafezal é identificado em MG — Foto: Redes sociais
Segundo a polícia, a jovem foi reconhecida como Letícia Ékika Gonçalves da Silva, de 19 anos. A polícia chegou a divulgar a imagem de uma tatuagem da vítima para conseguir a identificação.
Após o vídeo circular nas redes sociais, o namorado e a mãe da vítima procuraram a polícia e fizeram o reconhecimento.
Polícia divulga imagem de tatuagem para tentar identificar adolescente achada morta na zona rural de MG — Foto: Reprodução EPTV
A polícia informou que as investigações vão continuar com o objetivo de identificar o autor e as circunstâncias do crime. Corpo encontrado O corpo foi encontrado parcialmente queimado e com sinais de violência em uma área de cafezal em Silvianópolis (MG) no dia 10 de novembro. Os militares foram acionados para a ocorrência após receberem uma denúncia anônima de que haveria um corpo abandonado em um cafezal em uma estrada rural que dá acesso ao bairro Sítios.
Polícia divulga imagem de tatuagem para tentar identificar adolescente achada morta na zona rural de MG — Foto: Polícia Civil
No local, a polícia encontrou uma porteira aberta e marcas de pneu no chão. A vítima estava amarrada com fios de energia e enrolada em um cobertor queimado.
A PM informou que a perícia técnica foi acionada e constatou sinais de violência, lesões na cabeça, inchaço e sinais de asfixia.
A Polícia Civil também confirmou que o corpo tinha indícios de estupro.

FONTE:G1

Comments


bottom of page