top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Corpo de vítima de homicídio é encontrado no rio em cidade sul-mineira


Divulgação


Nessa última segunda-feira (30), uma equipe de mergulhadores do 2º Pelotão de Bombeiros de Guaxupé foi acionada pela Polícia Militar de Monte Belo, no Sul de Minas, para auxiliar nas buscas pelo corpo de uma suposta vítima de homicídio.

De acordo com informações obtidas no local, a vítima teria sido atingida por golpes de arma branca (facadas) durante um desentendimento em um bar na noite anterior. Posteriormente, seu corpo teria sido arrastado até a ponte do rio Muzambinho, onde teria sido jogado pelo autor do crime.

As condições do rio, incluindo a cheia e as fortes correntezas, tornaram as buscas desafiadoras para a equipe de bombeiros. Eles realizaram uma varredura de superfície no rio e investigaram remansos e galhadas. Foram feitas duas descidas no rio, abrangendo um trecho de aproximadamente 4,8 km cada uma. A primeira varredura foi pela margem esquerda, a segunda pelo centro do rio, e a terceira seria pela margem direita.

No entanto, antes de iniciar a terceira descida, os bombeiros foram informados de que moradores locais haviam encontrado o corpo preso em uma moita de bambus, na margem direita do rio, a pouco mais de 150 metros do local onde teria sido jogado. Os próprios moradores retiraram o corpo da água e o entregaram à Polícia Militar, que ficou responsável por mantê-lo sob custódia até a chegada da Perícia Técnica da Polícia Civil.

A vítima foi identificada como Luan Lucas de Lima, de 25 anos. Luan era peão de rodeio e morador do distrito de Juréia, em Monte Belo. A Polícia Civil agora conduzirá investigações sobre o caso para esclarecer os detalhes do ocorrido e identificar os responsáveis pelo crime.

Fonte: Portal Onda Sul

Commenti


bottom of page