top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Defasagem nos Preços de Combustíveis Aumenta com Valorização do Dólar"

A recente valorização do dólar nos últimos dias, com um aumento de 12% em junho, resultou em uma significativa defasagem nos preços da gasolina e do diesel no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom), essa defasagem já atinge 9% em comparação com os valores praticados no mercado internacional.

De acordo com a Abicom, a ligeira valorização cambial e os preços de referência mais altos para gasolina e diesel no mercado global têm colocado os preços médios no Brasil abaixo da paridade. A defasagem média é de -9% para o óleo diesel e também de -9% para a gasolina, conforme informado pela associação em comunicado.

Essa disparidade nos preços nacionais em relação aos preços internacionais é a maior observada desde abril. A Abicom monitora os preços nas principais unidades de produção da Petrobras e na Acelen, empresa proprietária da refinaria baiana de Mataripe, que foi privatizada. A defasagem na Acelen é atualmente menor, com 5% para a gasolina e 6% para o diesel.

Na quarta-feira, 20, a Acelen aumentou os preços dos dois combustíveis, enquanto a Petrobras não realizou ajustes desde 2023. Em algumas unidades da Petrobras, como em Araucária, a diferença entre o preço praticado na refinaria e o valor internacional chega a 12%, conforme destacou a Abicom.

A associação explicou que o preço de paridade de importação (PPI) foi calculado com base nos valores de gasolina, óleo diesel, câmbio, RVO (retorno sobre o óleo) e frete marítimo nas cotações do mercado até segunda-feira, 17.

Segundo a Abicom, os preços médios dos dois combustíveis operam abaixo da paridade em todos os polos analisados.
Fonte: Revista Oeste

댓글


bottom of page