top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Delfim Moreira amanhece com geada e temperatura perto de zero em estação particular; FOTOS

Segundo o secretário de Turismo de Delfim Moreira, Mateus Ribeiro, a estação particular do Bairro do Charco registrou 0,9°C.


Geada Delfim Moreira - 06/11/2023 — Foto: Ribeiro

Delfim Moreira amanheceu nesta segunda-feira (6) com geada e baixas temperaturas. O fenômeno aconteceu no Bairro do Charco, onde está localizada uma estação meteorológica particular.
Segundo Mateus Ribeiro, um dos responsáveis pela estação, a temperatura registrada foi 0,9°C. A geada foi registrada por moradores da cidade.
O Bairro do Charco, de acordo com Mateus, está localizado a 1,7 mil metros acima do nível do mar. O local faz divisa com o Horto Florestal de Campos do Jordão (SP).
Geada Delfim Moreira - 06/11/2023 — Foto: Ribeiro
De acordo com o Inmet, a geada se forma quando o tempo está estável, com céu claro, sem vento e com queda da temperatura acentuada entre a madrugada e o início da manhã.
“Uma massa de ar seco e frio avançou na retaguarda da frente fria que atuou entre a sexta-feira e o fim de semana. O maior declínio de temperatura registrado por nossas estações no sul e oeste mineiro foi de sábado para domingo”, explicou Anete Fernandes, meteorologista.
Nas estações oficiais do Inmet não houve registro de formação de geada. Em Monte Verde, a mínima foi de 6,2°C nesta segunda-feira. Já Maria da Fé e Caldas registraram 8,2°C e 9,2°C, respectivamente.

Geada Delfim Moreira - 06/11/2023 — Foto: Ribeiro
Entenda Segundo o Inmet, não é comum a formação de geada em novembro, mas uma massa de ar frio que entrou no estado pelo Triângulo Mineiro favoreceu a formação do fenômeno.
A reportagem conversou com o professor de climatologia da Universidade Federal de Alfenas, Paulo Henrique de Souza, para entender esta geada fora de época. A causa, de acordo com ele, está associada a ação de um ciclone extratropical.
Geada Delfim Moreira - 06/11/2023 — Foto: Ribeiro
“Tivemos dias quentes continuamente na semana passada. A ação de um ciclone extratropical canalizou na quinta e sexta ventos frios e umidade pra nossa região. Em seguida, a chuva trouxe água para umedecer o solo e roubar mais um pouco de calor através da evaporação. Juntou-se a isso, o fim da influência do ciclone extratropical que trazia instabilidade, permitindo que o ar seco encontrasse uma ‘janela’ na região”, explicou Paulo.
A geada aconteceu após um domingo de céu azul durante o dia e limpo de noite. A altitude da Mantiqueira e a estabilidade atmosférica fez com que o ar frio no topo da serra descesse e provocasse o congelamento.

FONTE:G1


Comments


bottom of page