top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Deputado pede criação de plano para proteger sinagogas no Brasil




O deputado federal Eduardo Pazuello (PL-RJ) protocolou, na segunda-feira (16), um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara no qual pede a criação de um plano para garantir a segurança de sinagogas no Brasil.
A proposta fala em “preservar a segurança dos templos judaicos no Brasil e, assim, garantir o direito à liberdade e ao culto religioso nas Sinagogas existentes no território nacional”.
No requerimento, Pazuello sugere que o Ministério da Justiça e Segurança Pública coordene, planeje e execute uma política.
O documento foi protocolado em meio ao mais recente conflito entre Hamas e Israel, que teve início em 7 de outubro. Até o momento, foram contabilizados 4.208 mortos, sendo 2.808 palestinos e 1.400 israelenses, a grande maioria civis.
No pedido, o deputado cita um pedido feito por Khaled Mashal, um dos fundadores do grupo Hamas, para que muçulmanos do mundo todo iniciem uma “jihad” (termo para uma “guerra santa”) contra judeus.
“A condução de tais estratégias e ações, nos níveis federal, estadual e municipal, sob a coordenação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, contribuíram sobremaneira ao enfrentamento de eventuais ameaças terroristas e, consequentemente, à garantia da segurança da sociedade brasileira, em especial, dos cidadãos judeus neste País, brasileiros ou não, assegurando-lhes o direito à liberdade e ao culto religioso nas Sinagogas existentes no território nacional”, afirma o deputado no requerimento.
Entre as sugestões elaboradas pelo parlamentar, estão:
estratégias e ações que integrem vetores de inteligência, incluindo órgãos internacionais;
estratégias e ações que integrem vetores de inteligência e operacionais, tanto policiais como militares no âmbito nacional, estabelecendo um comando de operações anti e contraterrorismo, ainda que temporário; e
ações de Segurança Pública voltadas, exclusivamente, para a segurança dos cidadãos judeus no Brasil, brasileiros ou não.
A Comissão de Segurança Pública teve reunião deliberativa na terça-feira (17). O item está na pauta do colegiado junto de mais de 50 propostas.
Fonte: CNN

Bình luận


bottom of page