top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Exército altera portaria e inclui policiais aposentados em decreto que autoriza compra de armas


O Exército Brasileiro alterou a portaria sobre o porte de arma e, a partir de agora, policiais militares, bombeiros militares e servidores do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República) podem ter até seis armas cadastradas, sendo duas de uso restrito. Outra novidade é que as regras se aplicam para policiais aposentados. O texto sofreu modificações no começo de maio, quando o governo reduziu a quantidade de armamento por pessoa. As novas regras foram publicadas no Diário Oficial da União desta terça-feira (4).
Além disso, o texto define que os integrantes que comparem as armas no serviço ático terão a posse desses armamentos garantida durante a aposentadoria. Outro ponto estabelecido é que uma das armas restritas pode ser um armamento portátil longa, como um fuzil.

fonte:R7

Comentários


bottom of page