top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Expansão: Governo de Minas leva Emergência MG para mais 27 municípios; serviço já alcança 29% da população do estado


O Governo de Minas amplia mais uma vez o alcance do Emergência MG - serviço de acionamento das forças de segurança por meio da internet -, que passou a estar em 61 municípios desde de sexta-feira (28/6).

Essa é a quarta fase de expansão depois que o projeto foi lançado pelo governador Romeu Zema, em dezembro de 2023.

O acionamento da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar, também pela internet, agora será possível em 27 novos municípios, alcançando mais de 1 milhão de mineiros ou 29% da população do estado.

Ao todo, nas 61 cidades em que está presente, o Emergência MG ficará disponível para mais de 6 milhões de pessoas.

De forma pioneira no país, o Emergência MG possibilita que o usuário possa pedir ajuda para qualquer uma das três forças de segurança usando a mesma plataforma, via chat.

Há mais de uma forma de acionar o Emergência MG: no site próprio do serviço (www.emergencia.mg.gov.br), pelo aplicativo do Governo de Minas (MG App) e pelo Telegram (buscando na lupa de busca por Emergência MG).

Na primeira fase, o serviço foi lançado em Lagoa Santa, como projeto piloto e, depois dos testes realizados, expandido para a capital e outros oito municípios.
Na terceira fase foram mais 24 cidades que passaram a ser atendidas e, agora, outras 27, totalizando 61 municípios que já podem chamar as polícias e os bombeiros por meio de um chat de fácil navegabilidade, além de intuitivo e de resposta rápida.

A escala gradativa busca garantir total segurança à alta demanda gerada pelo acionamento dos tridígitos 190,197 e 193.

Histórico
Durante décadas, a única forma de acionamento das polícias e bombeiros em Minas foi apenas por telefone: Polícia Militar (190), Polícia Civil (197) e Corpo de Bombeiros Militar (193).

O novo serviço vem somar e é, ainda, um canal inclusivo, pois permite que seja utilizado por pessoas surdas.

A interface com a tecnologia possibilita também, de forma segura, o compartilhamento de localização, envio de fotos e a realização de vídeo chamadas. Essa última possibilidade pode ser decisiva, por exemplo, para uma pessoa que necessita de rápida orientação para a realização de manobras para desengasgar alguém.

“Essa é mais uma expansão significativa, em um curto espaço de tempo, desde o lançamento do serviço. Desejamos que nos próximos meses novas expansões possam levar o serviço para cada vez mais mineiros, num esforço conjunto de garantir atendimento seguro e de qualidade em outra plataforma, e não somente por meio da ligação”, ressalta o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco.

O Emergência MG, coordenado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), foi desenvolvido de forma integrada, com ampla participação da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Prodemge, TabControl e Seplag.

Fonte: AgênciaMinas

Comments


bottom of page