top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Fechamento do Aeroporto Salgado Filho Gera Prejuízo de R$ 400 Milhões Mensais ao Rio Grande do Sul, Afirma Vice-Governador

O vice-governador do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza (MDB), estimou que o fechamento do Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre está resultando em um prejuízo de R$ 400 milhões por mês ao estado. “Aeroporto fechado significa um prejuízo em torno de R$ 400 milhões por mês, algo em torno de R$ 3 bilhões durante todo este ano se de fato se confirmar a continuidade do fechamento do aeroporto até dezembro. O que dá mais ou menos meio por cento PIB do Rio Grande do Sul”, declarou Souza em entrevista à GloboNews.

O aeroporto foi fechado devido ao alagamento causado pelas enchentes registradas em maio no Rio Grande do Sul. Souza destacou que o impacto econômico do fechamento do Salgado Filho, principal aeroporto gaúcho, vai além dos números, afetando diretamente a logística do estado, o transporte de cargas, o turismo e os negócios, gerando transtornos significativos para a economia local. “É um prejuízo inestimável do ponto de vista de geração de emprego e renda”, afirmou, acrescentando que não há um cálculo sobre o custo total da reconstrução do Salgado Filho.

Concessionária do Aeroporto de Porto Alegre Precisa de Aporte, diz Vice-Governador

Em relação à discussão entre o governo federal e a Fraport, empresa que administra o Salgado Filho, Souza ressaltou que o “reequilíbrio do contrato” da concessão é a solução mais prática para amenizar eventuais prejuízos. “Seria algo em torno de R$ 300 milhões que a União Federal deveria recompor à Fraport. É muito mais caro deixar o aeroporto fechado do que, eventualmente, fazer algum aporte da União, até porque o aeroporto é da União.”

Esta observação surge em meio aos esforços do governo Lula, liderado pelo ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, para retomar as atividades do Aeroporto Salgado Filho. Há especulações desmentidas pela própria Fraport de que a concessionária devolveria a concessão caso não receba recursos para a reforma do terminal.

O Salgado Filho foi concedido por 25 anos a partir de agosto de 2017. O contrato em curso é válido até 2042, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Fonte: Revista Oeste

Comments


bottom of page