top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Flamengo perde para o Palestino e cai para a terceira colocação no grupo E da Copa Libertadores


O Flamengo complicou sua situação na Copa Libertadores, ao perder, na terça-feira (7), para o Palestino, por 1 a 0, em Coquimbo, no Chile, em duelo válido pela quarta rodada do grupo E. Com o resultado, o time do técnico Tite permanece com quatro pontos, superado pelo adversário do Chile, que chegou a seis. O líder da chave é o Bolívar (9 pontos), que enfrenta o Millonarios (1), nesta quinta (9), na Colômbia.

A chuva insistente e o gramado pesado equilibraram a partida no início. O Palestino, curiosamente, tomou a iniciativa, enquanto o Flamengo tentou pressionar a saída de bola do time chileno.

O primeiro lance de perigo só foi ocorrer aos dez minutos. Pedro roubou uma bola na intermediária, carregou até a entrada da área, mas finalizou mal. Aos 15, Bruno Henrique, em jogada individual, chutou por cima do travessão.

Apesar da presença de três homens na frente (Cebolinha, Pedro e Bruno Henrique), o Flamengo não conseguiu armas jogadas por insistir nos passes curtos em um gramado ruim. Já o Palestino concentrou seus ataques pelas pontas e buscou os lançamentos longos.

Em um lance que teve início em um escanteio, o Flamengo conseguiu chegar mais uma vez a incomodar o goleiro Rigamonti. Gerson pegou o rebote, mas errou o alvo.

Aos 28 minutos o primeiro chute no gol foi do Palestino. Cebolinha recuou errado, nos pés de Martínez, que virou rápido e bateu para boa defesa de Rossi.
O lance pareceu ter acordado o Flamengo, que passou a imprimir maior velocidade nas jogadas pelas pontas. Aos 34, Cebolinha fez bela jogada e arriscou de fora da área, mas Rigamonti fez bela defesa.

O primeiro tempo terminou com os dois times lutando muito pela bola, mas com um nível técnico bastante fraco e decepcionante, principalmente com relação ao Flamengo.

A chuva não foi a única a começar o segundo tempo com mais intensidade. Os times também vieram com uma postura mais agressiva. Em cinco minutos, os dois times já conseguiram boa oportunidade para abrir o placar. Mas aos oito minutos, Bruno Henrique surgiu livre na área, mas o chute foi defendido por Rigamonti.

A pressão do Flamengo aumentou. Aos 11, De la Cruz, Pedro e Bruno Henrique tiveram chance de marcar no mesmo lance. O Palestino passou a jogar no contra-ataque, dando a impressão de que passou a sentir a parte física. Marabel, em jogada isolada, quase surpreendeu Rossi, aos 15 minutos.

Mas o melhor lance do jogo ocorreu aos 19 minutos. Após escanteio pela esquerda, zaga do Flamengo afastou e Cornejo acertou um lindo chute de fora da área para abrir o placar. Imediatamente, Tite colocou Gabigol e Luiz Araújo, que no primeiro lance já acertou a trave chilena.

Mesmo um pouco desordenado, o Flamengo procurou o empate, mas encontrou o Palestino bem armado, preparado apenas para contra-atacar, principalmente com Marabel. Aos 36, Gabigol, livre dentro da área, cabeceou para fora. Mas foi só isso. A pressão sobre o trabalho de Tite será enorme a partir desta quarta-feira.
Fonte: O Tempo

Comentarios


bottom of page