top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Forças Armadas Serão Enviadas ao Mato Grosso do Sul para Combater Incêndios Florestais

O Ministério da Defesa autorizou o envio de tropas das Forças Armadas para auxiliar no combate aos incêndios florestais no Mato Grosso do Sul. Conforme a portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (28), os militares prestarão "apoio logístico" às equipes que já atuam no local. A portaria não especifica o número de militares que serão deslocados, mas determina a indicação de um chefe de comando para monitorar o trabalho de cada uma das forças.
O bioma registrou a maior quantidade de focos de incêndio no primeiro semestre desde 1988, quando o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) começou a monitorar as queimadas por satélite. Entre 1º de janeiro e 23 de junho deste ano, foram detectadas 3.262 queimadas, um aumento de 2.134% em relação ao mesmo período do ano passado. O recorde anterior era do primeiro semestre de 2020, com 2.534 focos.
Os chefes das forças deverão disponibilizar recursos operacionais e logísticos ao Comando Operação Conjunto, responsável por administrar todo o trabalho. Cada equipe deverá informar ao comando a quantidade de recursos financeiros necessários para o planejamento e execução das ações. A tecnologia também desempenhará um papel crucial, com o Centro Gestor Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia fornecendo imagens de sensoriamento remoto, dados relevantes e equipamentos de comunicação para as operações no Mato Grosso do Sul. Fonte:R7

Comentários


bottom of page