top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Governo de Minas Gerais Promove Carnaval como Potência Cultural e Turística em Evento de Belo Horizonte

Para destacar o Carnaval de Minas Gerais como uma grande força cultural e turística, o Governo do Estado realizará uma feira temática na segunda edição da Travel Next Minas. O evento acontecerá no Expominas, em Belo Horizonte, nos dias 16 e 17 de agosto. A novidade foi anunciada na última quinta-feira (4/7) pelo secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas de Oliveira, durante a abertura da Expo Turismo Goiás, em Goiânia. Até esta sexta-feira (5/7), a Expo Turismo Goiás reunirá 160 expositores e cerca de quatro mil participantes.

"O maior passo, o mais efetivo, coordenado e inteligente para posicionar nosso Carnaval será nesta feira, vendendo o produto turístico Carnaval. Blocos e escolas de samba nos procuraram, fizemos uma reunião. Há uma aproximação deles com o Estado, pedem que o Estado assuma o Carnaval como uma política de Estado, que tenha fomento, capacitação e formação no empreendedorismo criativo", comentou Oliveira. Na fase de pré-produção do Carnaval, serão investidos pelo menos R$ 4 milhões.

A área temática do Carnaval de Minas Gerais na Travel Next Minas ficará em um espaço chamado "Meu negócio é Carnaval", que será uma feira dentro de outra feira. "É como se fossem duas feiras que se conectam. Para entrar na Travel Next, você terá que passar pelo Carnaval. Será muito interessante", completou Oliveira. Haverá também um espaço reservado para programações culturais. A expectativa é que a Travel Next Minas receba mais de cinco mil profissionais de turismo de todo o país.

A partir do modelo transversal de políticas públicas adotado pelo Governo de Minas, a Secretaria de Comunicação Social atua em parceria com a Secult para atrair grandes eventos para o estado, como é o caso do Carnaval. A Secretária Adjunta de Comunicação Social, Bárbara Botega, explica que, além do edital destinado à pré-produção, haverá ainda outro chamamento, de R$ 2 milhões, voltado à inovação tecnológica na sonorização.

"As avenidas sonorizadas em Belo Horizonte, no Carnaval deste ano, foram um sucesso. Queremos expandir essa ação, mas entendemos que cada bloco possui uma identidade própria na forma como apresenta sua música. Com esse chamamento, queremos incentivar projetos que tragam inovações para melhorar o som dos artistas, proporcionando uma experiência de Carnaval mais confortável para os foliões, a partir do que o próprio bloco entende que faz sentido para seu Carnaval", explica Bárbara Botega.

Em 2024, o Carnaval gerou um fluxo turístico de 12 milhões de pessoas em todo o estado – 6,5 milhões no interior e 5,5 milhões em Belo Horizonte. A folia movimentou cerca de R$ 4,7 bilhões na economia. Ao realizar um Carnaval histórico, Minas foi o terceiro estado do país a receber a maior quantidade de visitantes estrangeiros durante a festa: mais de 30 mil turistas internacionais participaram do Carnaval no estado, movimentando R$ 124,5 milhões na economia mineira, segundo levantamento da Embratur.

Na capital goiana, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, em parceria com o Grupo Ânima e o Sebrae Minas, e com patrocínio da Codemge, participa da 4ª edição da Expo Turismo Goiás com um estande próprio. O objetivo é atrair investimentos, posicionar Minas como um dos destinos mais ricos e diversos do país, apresentar novidades sobre o Carnaval da Liberdade 2025 e a campanha turística Inverno em Minas, ressaltar a candidatura dos Modos de Fazer o Queijo Minas Artesanal como Patrimônio Mundial da Unesco e a importância da plataforma Invest Minas Tur, além de realizar ações que integram o programa "Ano da Cozinha Mineira – Clássica e Contemporânea".

"A Cozinha Mineira tem sido muito importante para colocar Minas Gerais na liderança do turismo nacional. São várias ações em todo o território nacional que levam a esse sucesso, e nesse sucesso estão o governador Romeu Zema e o vice-governador Professor Mateus. Eles compreendem de uma forma muito ampla o turismo e a potência dessa indústria como geradora de emprego e renda", finalizou Oliveira.
Ao destacar o potencial da Cozinha Mineira, com experiências de degustação com chefs mineiras, o Governo do Estado leva os sabores, aromas e o conhecimento culinário para além das montanhas de Minas. O público terá acesso à tradicional mesa posta, com produtos como café, queijos, pães de queijo, azeite e doces, uma pequena mostra da alma e diversidade de Minas, um espaço de prosa e comida gostosa.

Nesta quinta-feira (4/7), os participantes poderão acompanhar a Cozinha Viva com a chef Carol Fadel, que preparará uma moela à milanesa com aioli de limão capeta, e com a chef Maria Clara Magalhães, que fará um tartare de carne de sol com chips de jiló e bernaise de manteiga de garrafa. Já na sexta-feira (5/7), a aula aberta de Maria Clara Magalhães mostrará o preparo de um copa lombo prensado com confit de mandioca e molho de melado e limão. Carol Fadel fará uma manjubinha frita com molho tártaro e um picles de quiabo. A escolha das chefs busca reconhecer a influência e a relevância das mulheres na formação da culinária mineira.

O Centro de Convenções Goiânia também terá um dos aromas mais gostosos de Minas, o cheirinho de pão de queijo quente. Parte fundamental da culinária do estado, a iguaria será representada pela premiada A Pão de Queijaria. No estande de Minas também haverá degustação de vinhos. Com o crescimento da produção em solo mineiro, o estado entrou na rota do enoturismo, fomentando o setor turístico, principalmente no Sul de Minas e na Serra da Mantiqueira.

O diretor de Administração e Finanças da Codemge, Lincoln de Farias, também presente no estande de Minas, salienta a importância da participação do Governo do Estado em eventos de grande porte como a Expo Turismo Goiás: "Fomentar iniciativas de promoção do Estado e suas riquezas históricas, culturais, naturais e sua deliciosa gastronomia é promover também a atração de novos negócios, turistas, movimentação da economia, o que, consequentemente, gera novos postos de trabalho e oportunidades de emprego e renda para os mineiros".

Durante o evento, será apresentada a Invest Minas Tur, ferramenta digital que conecta oportunidades de negócios no turismo de Minas Gerais aos investidores e possíveis interessados no setor. Ela funciona como uma vitrine, com a chancela do Estado, na qual proprietários de imóveis e gestores municipais podem cadastrar seus atrativos e, assim, ampliar as chances de viabilização de empreendimentos turísticos. A Invest Minas Tur atraiu R$ 3,7 bilhões em investimentos e gerou mais de 20 mil empregos desde 2022.

"Nossa intenção é que este seja um projeto piloto para que possamos fazer o mesmo com outros setores da economia e, assim, promover o desenvolvimento de uma forma ampla e dinâmica", destaca o presidente da Invest Minas, João Paulo Braga.

Em uma das apresentações no estande do Governo de Minas, a secretária adjunta de Comunicação do Estado de Minas Gerais, Bárbara Botega, falou sobre a importância de atrair eventos para o estado e como isso fortalece a economia nas diversas regiões de Minas. "O governo entende a indústria de eventos em toda sua potência para geração de emprego e renda. Uma diversidade de setores é beneficiada em cada evento realizado, de maneira que estamos trabalhando políticas para atrair mais eventos para o estado, reconhecendo, inclusive, a vocação de Minas Gerais como povo hospitaleiro e acolhedor que é", diz.

Nesta sexta-feira (5/7), o Carnaval da Liberdade será destaque de uma apresentação do Sebrae Minas, que também irá divulgar duas importantes rotas turísticas do estado – Bahia-Minas e Café do Cerrado Mineiro –, além de destacar o potencial turístico e o crescimento do Carnaval em todo o estado.

"A iniciativa do Sebrae Minas e da Secult tem o objetivo de promover o turismo e atrair um número cada vez maior de visitantes para o estado. Além disso, apresentaremos um plano de ação que vai preparar os pequenos negócios mineiros para a data mais festiva do ano: o Carnaval. São iniciativas que vão melhorar a gestão desses empreendimentos e a qualidade dos serviços oferecidos, estimulando a geração de receita, a organização financeira e o desenvolvimento sustentável dos negócios da folia", afirma o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

O Governo de Minas Gerais, em parceria com a Polícia Civil, está reestruturando a Delegacia de Eventos e Apoio ao Turista (Deptur), tema da programação desta sexta-feira (5/7). A ação, que será apresentada pelo delegado Guilherme Santos, destaca a importância da segurança na escolha de destinos turísticos.

A Delegacia será integrada à Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária, ampliando sua atuação para incluir unidades nos aeroportos de Confins e da Pampulha, além da Rodoviária de BH. Com isso, os turistas são acolhidos desde sua chegada ao território mineiro. A Deptur também opera com uma delegacia móvel, garantindo segurança em feiras, festas e eventos por todo o estado de Minas Gerais.
Fote: Agencia Minas

Comments


bottom of page