top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Grupo é preso após suspeita de usar câmera e ponto eletrônico durante exame de habilitação em MG

Polícia Civil recebeu denúncia de que cinco pessoas iriam agir em Três Corações (MG) e armou o flagrante.


Cinco pessoas, com idades entre 27 e 47 anos, foram presas em flagrante nesta quinta-feira (26), suspeitas de envolvimento em fraude durante prova de legislação de trânsito em Três Corações (MG). Segundo a Polícia Civil, foram apreendidos dispositivos de gravação, ponto eletrônico, celulares, cocaína e um veículo.
As investigações iniciaram após informações recebidas pela equipe policial de que um suposto grupo especializado em fraudes durante provas de legislação de trânsito no estado estaria na cidade sul-mineira.
Grupo é preso por fraude durante prova de legislação em Três Corações — Foto: Polícia Civil
Com base nas informações recebidas, os policiais civis iniciaram as apurações. Os veículos e a localização dos suspeitos foram identificadas e, após a finalização da prova, eles foram presos em flagrantes. "Uma equipe foi para o local onde o candidato ia fazer a prova, deixamos ele fazer a prova. Quando ele terminou, foi abordado. Ele estava realmente com um ponto no ouvido e uma câmera no corpo. Ao mesmo tempo, uma outra equipe prendeu os demais que estavam hospedados nessa casa de um morador de Três Corações, que sabia de todo o esquema", explicou Alexandra Gonçalves Oliveira, delegada regional.
Segundo a Civil, o morador de Três Corações inclusive teria ido até a sede da UAI e verificado os dias de provas, horários e se havia detectores de metais. O candidato é de Betim (MG) e os outros envolvidos de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).
A delegada regional informou que o candidato foi preso por fraude a certame público e conduzido à Penitenciária de Três Corações. Já os outros quatros suspeitos também foram autuados por fraude a certame público e associação criminosa; eles foram conduzidos ao mesmo presídio.
A reportagem, entrou em contato com a Secretaria de Planejamento de Minas Gerais (SEPLAG), que gerencia as Unidades de Atendimento Integrado (UAI), mas não teve retorno até a última publicação desta reportagem.

FONTE:G1


Comentários


bottom of page