top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Homem é preso suspeito de agredir ex-colega de trabalho por não ter interesse amoroso correspondido

Mulher voltava do intervalo de trabalho quando foi agredida, nesta quinta-feira (21), no estacionamento de um shopping, em Contagem, na Grande BH. Ele já tem passagens.


O suspeito foi detido pela Guarda Civil de Contagem e encaminhado para a Delegacia de Policia Civil. — Foto: Henrique Campos/Tv Globo
Um homem foi preso suspeito de ameaçar e agredir uma ex-colega de trabalho, na noite desta quinta-feira (21), em Contagem, na Grande BH.

Segundo informações da Guarda Civil Municipal, durante patrulhamento na região, os agentes foram abordados por seguranças de um shopping, onde o fato aconteceu.

Ainda de acordo com a corporação, a vítima voltava do intervalo acompanhada de uma amiga, quando o suspeito a puxou pelos cabelos e a ameaçou. Segundo os agentes, a atitude do homem foi motivada por uma paixão não correspondida pela mulher.

O suspeito, de 32 anos, tentou fugir, mas foi contido pelos seguranças do estabelecimento, que presenciaram a agressão e impediram que continuasse.

A vítima contou aos guardas que ela e o suspeito são ex-colegas e que eles trabalharam juntos no final do ano de 2023, quando saíam às vezes como amigos. Ela ainda contou que em dezembro do mesmo ano, os dois fizeram uma viagem juntos, mas que ele começou a apresentar comportamentos estranhos, quando ela precisou encerrar a viagem antes da data prevista e colocar fim à amizade.

A mulher disse ainda que vinha recebendo ameaças do suspeito desde janeiro deste ano, e que no momento da agressão o homem disse à ela que "se estivessem sozinhos no local, iria furá-la toda".
Ela contou que está com medo e tentando "digerir" a situação, pois nunca havia passado por este tipo de problema e porque tudo aconteceu na frente dos atuais colegas de trabalho.

O suspeito foi detido e, durante a revista, não foi encontrado nenhum tipo de arma. Ele foi encaminhado pelos guardas civis para a Delegacia de Polícia Civil de Contagem, onde foi verificado que ele já tem passagens por ameaça, estelionato, furto e está em condicional.

O g1 Minas entrou em contato com o ItaúPower Shopping, que afirmou não ter responsabilidade sob a área em que o fato ocorreu. O estacionamento descoberto, não faz parte da área administrada. Ainda segundo assessoria, a vítima e suposto agressor não fazem parte do quadro de funcionários do shopping.

O que diz a Prefeitura de Contagem


"A Guarda Civil de Contagem informa que foi acionada e, em patrulhamento preventivo nas imediações, chegou rapidamente ao local para averiguar a denúncia, feita por vigilantes do shopping. O caso se refere a um homem, que teve, recentemente um relacionamento com uma funcionária de uma loja. A agressão teria ocorrido devido a ela não mais querer se relacionar com o homem que, inconformado, a teria ameaçado e a coagido. A vítima confirmou a versão e o homem foi conduzido e, no momento, ainda se encontra detido aguardando os trâmites legais cabíveis."


O que diz a Polícia Civil


"A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), informa que um homem, de 32 anos, foi conduzido e ouvido por meio da 2ª Central Estadual do Plantão Digital, onde a autoridade policial ratificou a prisão em flagrante delito pelos crimes de vias de fato/agressão e perseguição. Após os procedimentos de polícia judiciária, o homem ficou à disposição da justiça."


FONTE:G1

留言


bottom of page