top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Homem com deficiência mental mata um e fere mulher em Juiz de Fora

Casal catava produtos recicláveis na rua quando foi atacado por um desconhecido


O Bairro Alto dos Passos é um dos mais tradicionais de Juiz de Fora (foto: Redes sociais)

“Eu pensei que seria assaltado”. Esse foi o argumento de um homem, M. A. F., de 25 anos, que matou, na noite de quinta-feira (26/10), na Rua Morais e Castro, no Bairro Alto dos Passos, em Juiz de Fora, outro homem, A. I. R., de 45 anos, e feriu gravemente uma mulher, M. A. P., de 53 anos.

Segundo o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, A. I. R., e a mulher, M. A. P., caminhavam pela rua catando produtos recicláveis, quando foram abordados pelo agressor, que indagava sobre a existência de um supermercado no bairro.
Antes mesmo que o casal pudesse responder, o homem começou a perguntar se tinha objetos de valor e, em seguida, investiu contra o casal, dando facadas em ambos. O homem de 45 anos levou facadas em várias partes do corpo, e a mulher foi ferida no peito.

Levada para o Hospital de Pronto Socorro, a mulher entregou aos policiais militares, um telefone celular, que seria do agressor. A partir deste, os policiais conseguiram identificar o agressor e um endereço, no Bairro São Mateus.
O agressor, M. A. P. estava no local e foi preso. Na casa, os policiais encontraram a faca usada no crime. Ele acabou confessando o crime, indicando, inclusive, o local onde aconteceu. Foi quando alegou que pensou que seria assaltado.
O pai do criminoso pediu clemência aos policiais, alegando que o filho sofre de distúrbios mentais, e pediu ajuda. O homem foi levado para a Delegacia de Homicídios de Juiz de Fora.

FONTE: ESTADO DE MINAS GERAIS

Comentarios


bottom of page