top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Hospital psiquiátrico desativado gera preocupação por possuir possíveis focos de dengue em Passos, MG

Imóvel deixou de receber pacientes em 2016. Acúmulo de lixo, mato alto e abandono preocupam moradores.


Foto: Fabiano Minatto/EPTV
Segunda cidade do Sul de Minas com mais casos confirmados da doença, uma das preocupações em Passos (MG) é a situação de prédios abandonados. Um deles é o do Hospital Otto Krakauer, que foi referência no tratamento psiquiátrico da região, mas que está fechado há três anos.

Os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) esta semana revelam um total de 1.318 casos confirmados de dengue em Passos, colocando a cidade em uma posição preocupante, perdendo apenas para Varginha em número de confirmações. Esta situação coloca todo o sistema de saúde em estado de alerta.

Apesar dos esforços da prefeitura em intensificar os cuidados, ainda persistem diversos pontos de preocupação, sendo o antigo Hospital Otto um deles, abandonado desde 2021. Residentes próximos ao local acreditam que o prédio se tornou um criadouro de focos do mosquito transmissor da dengue. Em uma residência próxima, há uma família, incluindo uma criança de apenas 9 meses, internada com suspeita da doença.

Imagens aéreas divulgadas pela EPTV mostram o estado de abandono do prédio, com vegetação alta e acúmulo de água em diferentes partes do imóvel. Além disso, imagens internas fornecidas por um vizinho destacam a presença de lixo, água parada e mato alto.

Foto: Fabiano Minatto/EPTV
Diante dessa situação, a prefeitura agiu, notificando a Fundação São João da Escócia, responsável pela manutenção do hospital, e encaminhando uma notificação ao Ministério Público. Considerando a gravidade do problema em termos de saúde pública, a Secretaria de Saúde também notificou a Secretaria de Obras, responsável pela limpeza urbana e fiscalização urbanística.

Conforme informações da Secretaria de Obras, os responsáveis pelo prédio têm até o dia 7 de março para realizar a limpeza necessária. Em caso de não cumprimento, uma multa de R$ 1,50 por metro quadrado do imóvel será aplicada.
Apesar dos esforços das autoridades locais, a Fundação São João da Escócia não se pronunciou até o momento sobre o assunto.

Sobre o Hospital

O Hospital Otto Krakauer, criado há 40 anos, cessou suas atividades devido à falta de recursos em julho de 2016. Em 2021, em uma tentativa de aproveitamento durante a pandemia de Covid-19, o local foi designado para atender pacientes, porém, a estrutura inadequada resultou na transferência desses atendimentos para outras instituições de saúde, levando ao fechamento definitivo do hospital, que permanece abandonado desde então.


Comentários


bottom of page