top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

IPVA MG 2024: veja como baixar as guias e fazer o pagamento

Escala de pagamentos só começa no dia 15 de janeiro, mas pagamentos já podem ser feitos; MG oferece 3% de desconto para pagamento em parcela única


IPVA MG 2024: veja como baixar as guias e fazer o pagamento. FOTO: Gil Leonardi / Imprensa MG
O Governo de Minas já liberou, a emissão das guias de pagamento do Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) 2024. O tributo pode ser quitado em uma parcela única (com desconto de 3%) ou parcelado em três vezes. Os donos de veículos também precisam quitar a taxa única de licenciamento, que custa R$ 39,36. O anunciou foi feito nesta terça-feira (2).

Para emitir as guias de pagamento do IPVA 2024 MG, basta clicar aqui para acessar o site da Secretaria de Fazenda e seguir o tutorial de emissão que está na galeria abaixo.


Vale lembrar, que também é possível ir até os terminais de autoatendimento ou guichês dos bancos autorizados (Bradesco, Sicoob, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas, Mais BB e Santander). É preciso estar com o número do Renavam em mãos. E para quem deseja pagar por PIX, é preciso que o contribuinte tenha conta em qualquer instituição bancária.

Veja abela IPVA Minas Gerais 2024


A escala de pagamentos da primeira parcela ou cota única começa em 15/1/2024 para veículos com finais de placas 1 e 2, e termina em 22/3/2024 para a quitação da terceira parcela dos veículos com finais de placas 9 e 0. Os motoristas também devem pagar a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual do Veículo (TRLAV), de R$ 39,36, até 31 de março.


De acordo com a Secretaria de Fazenda (SEF-MG), neste ano, a expectativa de arrecadação é de R$ 10,6 bilhões. A frota tributável é de 11.201.920 de veículos, registrados até outubro de 2023. Em comparação a 2023, o valor do imposto teve uma redução média de 3,37%, em função, principalmente, da depreciação do valor dos veículos usados.

Distribuição

Do total arrecadado com o IPVA, 40% vão para o caixa único do Estado, 40% são destinados aos municípios de emplacamento dos veículos e 20% vão para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).

FONTE: ITATIAIA

Comments


bottom of page