top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Médico com suspeita de embriaguez é flagrado atendendo pacientes em pronto-socorro


Um médico suspeito de estar embriagado foi flagrado atendendo pacientes no pronto-socorro de Monte Sião, no Sul de Minas. A Polícia Militar foi acionada e registrou um boletim de ocorrência.

O incidente ocorreu por volta das 7h20 de domingo (5). Segundo relatos da polícia, a denúncia partiu de um paciente de 32 anos que compareceu ao Pronto Atendimento Municipal para uma consulta.

O paciente afirmou que durante o atendimento percebeu sinais de embriaguez no médico, relatando que ele quase atingiu seu olho com o palito utilizado para examinar a garganta, além de ter provocado ânsia ao verificar sua garganta.

Após sair do consultório, o paciente foi até a recepção para relatar o ocorrido. Ao tentar filmar a situação, o médico suspeito, identificado como Everton da Costa Sagiorato, teria tentado tomar o celular do paciente.

A coordenadora do Pronto Atendimento Municipal, Luciana Maria de Almeida, afirmou que se dirigiu ao local, mas o médico não estava presente. Ela garantiu que todas as medidas necessárias seriam tomadas e esclareceu que os médicos são contratados por uma empresa terceirizada, que também foi notificada.

Em nota divulgada ainda no domingo (5), a empresa Clinmed informou que substituiu o médico imediatamente após o incidente, garantindo que o atendimento no pronto-socorro não foi interrompido, pois havia outro profissional disponível. A clínica também mencionou que serão tomadas medidas administrativas.

O prefeito José Pocai Júnior (Avante) também compareceu ao pronto atendimento e gravou um vídeo para esclarecer à população sobre o ocorrido.
"A pessoa chegou utilizando máscara, então as pessoas não puderam perceber o estado em que ele se encontrava. Ele realizou o atendimento de duas pessoas e, após as queixas, as enfermeiras verificaram a situação e interromperam imediatamente o atendimento do médico às demais pessoas que estavam aguardando consulta. Esta é a primeira vez que isso acontece. Assim que tomamos conhecimento, as providências foram imediatas. Esperamos que isso não se repita", declarou o prefeito.

A equipe de reportagem da EPTV Sul de Minas, afiliada à TV Globo, entrou em contato com a clínica particular onde o médico trabalha, mas foi informada de que ele não estava em serviço e ainda não há informações sobre um pronunciamento por parte dele. Até o momento desta publicação, não houve retorno.
Fonte: G1

Comments


bottom of page