top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Mais de 626 mil pessoas ainda estão fora de casa no Rio Grande do Sul

O maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul, iniciado com fortes chuvas em 27 de abril, completou um mês nesta semana. Até o momento, o estado registra 169 mortes, 806 feridos e 44 desaparecidos.
Segundo o boletim da Defesa Civil estadual divulgado nesta quinta-feira (30), mais de 626,7 mil pessoas ainda estão fora de suas casas. Deste total, 45 mil estão temporariamente alojadas em um dos 645 abrigos emergenciais disponíveis no estado.
As enchentes afetaram mais de 2,34 milhões de pessoas, representando 21,56% da população total do Rio Grande do Sul, que é de 10.882.965 habitantes, conforme o Censo de 2022 do IBGE. Os danos atingiram 473 dos 497 municípios gaúchos, ou seja, 95,17% do total.
Além das perdas humanas e materiais, 77.729 vítimas foram resgatadas e 12.527 animais domésticos e silvestres foram salvos das águas e áreas isoladas pelas inundações.

fonte:AgenciaBrasil

Comments


bottom of page