top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Mega-assalto em rodovia de SP deixa três mortos e 17 presos


Três homens morreram baleados e 17 foram presos, na terça-feira (23), durante uma ação conjunta entre as polícias Militar e Civil na Via Anchieta. As equipes de segurança atuaram na recuperação de um caminhão carregado com uma carga de cigarros avaliada em R$ 7,2 milhões.
A PM Rodoviária recebeu uma denúncia do sequestro da carga e encontrou o veículo na altura do Km 47, em Cubatão (SP). Ao menos 20 criminosos retiravam as caixas com os produtos. Nesse primeiro momento, oito foram detidos, tendo um suspeito sido baleado na perna.
Conforme apurado pela TV Tribuna, emissora afiliada da Globo, o motorista já havia sido retirado do caminhão e colocado em um veículo. Ele foi mantido refém e levado pela quadrilha até Itariri, no Vale do Ribeira, onde foi liberado. A cidade fica a 130 quilômetros de distância de onde ele foi abordado.
O delegado Fabiano Barbeiro, da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Santos (SP), informou que policiais militares e civis seguiram nas buscas pelos demais suspeitos. Na ação, segundo ele, três deles foram encontrados, trocaram tiros com os agentes e foram mortos.
Depois do confronto que resultou nas três mortes os policiais conseguiram prender mais quatro suspeitos à tarde, e outros cinco à noite. No total, foram 17 detidos.
Motorista feito refém
Segundo o delegado, a Polícia Civil ainda busca parte da quadrilha que levou o motorista do caminhão roubado até Itariri, no Vale do Ribeira.
"Esses foram responsáveis por levar o caminhão e manter o motorista como refém", explicou o delegado. "Continuam os trabalhos de buscas, para que possamos dar uma resposta à sociedade, e prender na totalidade todos os integrantes dessa ação criminosa".
Fonte: G1

Comments


bottom of page