top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Natal da Mineiridade promove turismo no estado com ampla programação; veja os locais




Dezembro é o mês em que os presépios, cantatas, decoração especial e apresentações artísticas tomam as praças, ruas e parques, estimulando o turismo e o comércio em Minas Gerais.

Com o objetivo de potencializar a oferta turística e posicionar o estado como um dos principais destinos das festas de fim de ano, a segunda edição do Natal da Mineiridade reúne uma vasta programação que celebra a tradição natalina e evidencia os atrativos locais.

A iniciativa é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) e da Fundação Clóvis Salgado (FCS), e integra Belo Horizonte a 450 municípios, o dobro do número registrado no ano passado. Estão previstos mais de 600 eventos que acontecerão deste mês até 6/1/2024. A lista completa está disponível no site minasgerais.com.br.

Um dos destaques é o Natal de Luz de Guaxupé, que comemora dez anos em 2023. Reconhecido como patrimônio imaterial em 2020, o evento também inspirou a criação de uma lei municipal em 2015, dois anos após a estreia. De 2013 para cá, a cidade tem oferecido aos moradores e turistas atividades que se estendem por mais de um mês, contribuindo para aquecer a economia local e atrair visitantes.
“São quase 40 dias de atrações culturais gratuitas no teatro municipal e no centro de eventos. Há três presépios, muitas luzes, árvores de Natal, a casa e o parque do Papai Noel. Ou seja, vários pontos turísticos para que o visitante possa vir à nossa cidade, conhecê-la, se divertir e levar o que Guaxupé tem de melhor que é a recepção ao turista”, detalha o secretário de Cultura, Esporte e Turismo de Guaxupé, Marcos Alexandre Costa Buled.

Estruturação
Neste ano, o Governo de Minas, em parceria com a Cemig, lançou o edital Natal da Mineiridade Cemig 2023, para viabilizar a democratização do acesso às práticas culturais e fortalecer as programações natalinas do estado. O resultado foi divulgado na segunda-feira (4/12). Foram 15 propostas contempladas, sendo dez do interior: Barroso, Ipatinga, Montes Claros, Tiradentes, Sete Lagoas, Mariana, Ouro Preto, Itapecerica, Serro e São Lourenço.

Ao todo, foram destinados R$ 5 milhões para o desenvolvimento das ações selecionadas. Desse total, R$ 2 milhões são para as iniciativas da capital e R$ 3 milhões para as demais cidades mineiras.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas de Oliveira, ressalta a importância do Natal da Mineiridade para celebrar as tradições e incentivar a cultura e o turismo no estado.

“O projeto integra, de forma transversal, os programas Minas Criativa e Mais Turistas, que sintetizam as políticas públicas realizadas pelo Governo de Minas e voltadas para a cultura e para o turismo. O Natal da Mineiridade celebra as tradições, une a capital ao interior e tem o objetivo de gerar emprego e renda por meio da ativação do comércio e da circulação de visitantes nesta época do ano, consolidando Minas Gerais como um dos maiores pólos de atividades turísticas do país”, afirma Oliveira.

Dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG) apontam que o Natal impacta 77,2% do comércio varejista mineiro. De acordo com pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG, neste ano, 40% dos empresários do estado esperam melhores resultados frente a 2022.

コメント


bottom of page