top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

O Banco do Brics, Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), anunciou que destinará cerca de R$ 5,750 bilhões, para auxiliar na reconstrução do Rio Grande do Sul

Novo Banco de Desenvolvimento – Banco do Brics/Divulgação


O Banco do Brics, também conhecido como Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), anunciou que destinará US$ 1,115 bilhão, o equivalente a cerca de R$ 5,750 bilhões, para auxiliar na reconstrução do Rio Grande do Sul, que tem sido gravemente afetado por temporais, enchentes e alagamentos. A presidente do NDB, Dilma Rousseff, comunicou a decisão através das redes sociais, destacando a parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para a liberação dos recursos.

Dilma detalhou que o montante será distribuído em diferentes áreas, com US$ 500 milhões em parceria com o BNDES, sendo US$ 250 milhões destinados a pequenas e médias empresas e outros US$ 250 milhões para obras ambientais e de infraestrutura. Em colaboração com o Banco do Brasil, serão destinados US$ 100 milhões para projetos agrícolas e de infraestrutura logística, enquanto o BRDE receberá US$ 20 milhões para investimentos em mobilidade urbana e recursos hídricos.

Além disso, Dilma mencionou que outros US$ 295 milhões serão disponibilizados em um segundo contrato com o BRDE, ainda em processo de aprovação final, para obras de desenvolvimento urbano e rural, saneamento básico e infraestrutura social. Uma parcela de US$ 200 milhões estará diretamente disponível para financiamento pelo NDB, abrangendo diversas obras de infraestrutura.

A ex-presidente ressaltou que a gestão dos recursos, totalizando R$ 5,750 bilhões, será flexível, permitindo adaptação às urgências e necessidades do Rio Grande do Sul. Por fim, ela expressou confiança na superação da crise com o apoio do povo gaúcho, da solidariedade nacional e da comunidade internacional, enfatizando a importância de medidas preventivas para evitar situações semelhantes no futuro.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva também comentou sobre a liberação dos recursos pelo Banco do Brics para o Rio Grande do Sul, destacando a importância do anúncio feito por Dilma Rousseff. O NDB foi criado em dezembro de 2014 com o objetivo de financiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nos países do Brics e em outras economias emergentes. Até o início de 2023, o banco havia aprovado cerca de US$ 32 bilhões em projetos, com aproximadamente US$ 4 bilhões investidos no Brasil.

Fonte: Agemcia Brasil

Comentarios


bottom of page