top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Operação Tabernus Prende 27 Pessoas por Tráfico de Drogas em Presídios de MG

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) realizou a Operação Tabernus nesta terça-feira (11/6), desarticulando um grupo suspeito de corrupção e tráfico de drogas em unidades prisionais do estado. A ação, coordenada pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado de Juiz de Fora (Gaeco), contou com apoio das Polícias Penal, Civil, Militar e Rodoviária Federal.

No total, foram cumpridos 27 mandados de prisão e 39 mandados de busca e apreensão, além de sequestros de veículos e bloqueios financeiros de R$ 13.362.960,80 em diversas cidades de Minas Gerais, incluindo Juiz de Fora, Cataguases e Goianá. Outros mandados foram cumpridos no Rio de Janeiro, São Gonçalo, Angra dos Reis, Mangaratiba e Três Rios.

Entre os presos estão 14 agentes públicos, incluindo dez policiais penais, três técnicos da Sejusp e um sargento do Exército. Os agentes públicos são suspeitos de facilitar a entrada de drogas, equipamentos de comunicação e outros objetos ilícitos nas unidades prisionais, onde eram vendidos por valores elevados. Além disso, a operação identificou atividades de lavagem de dinheiro.

Segundo o promotor de Justiça Thiago Fernandes de Carvalho, a investigação revelou um complexo esquema de corrupção dentro dos presídios. "Buscamos principalmente equipamento de comunicação entre os suspeitos e sequestro de bens", explicou o promotor.

A operação representa um significativo passo na luta contra a corrupção e o tráfico de drogas dentro do sistema prisional de Minas Gerais, demonstrando a eficácia da cooperação entre diversas forças de segurança e o MPMG.

Fonte: estado de Minas

Comments


bottom of page