top of page
1e9c13_a8a182fe303c43e98ca5270110ea0ff0_mv2.gif

Opinião com Luiz Fernando Alfredo - 22/05/2024




Moraes é corajoso demais para o Brasil


Não podemos acusar o Ministro Alexandre de Moraes só de ditador, embora empatia não seja seu forte, ele possui um lado que poucos homens têm. Ele, a nosso ver, é um sujeito de muita coragem, ou nossos representantes são  covardes demais  com  exceções, sim, nossos fantoches não têm coragem, merecem ser adjetivados com os demais dezenove sinônimos de covardes: medrosos, espantados, assustados, fracos, fracalhões, frouxos, molengas, pusilânimes, receosos, tímidos, temerosos, timoratos, mofinos, pávidos, poltrões, assustadiços, espantadiços, perrengues e ignavos.

Caramba! Temos mais de cem milhões de eleitores capazes, em que pese, a ideologia, o resto é apenas questão de escolha naquele que inspira confiança e no nosso caso, a maioria esmagadora do Brasil é conservadora, só não vê quem não quer. Quase noventa por cento de Cristãos, ainda que muitos sejam de IBGE.

Sabemos que na política, somos vítimas de estelionatários, milionários inconformados com seu patrimônio, lobistas, oportunistas e corruptos, apoiados pela mídia desprezível, em troca de muito dinheiro do povo que deveria ser revertido para o povo em termos de assistência igualitária.

São tantas instituições para cuidarem do povo uma máquina pública colossal, no entanto, várias prevaricam, massacram, não facilitam, vendem dificuldades, nos faz de verdadeiros idiotas, “batendo cabeça” em balcões, portas e portais; somos jogados de um lado para outro, para dar tempo para os desidiosos reagirem e solucionarem graves problemas, demandados por pessoas simples, desconhecedoras dos meandros sórdidos que postergam resultados e promovem prejuízos de toda sorte.

Três poderes, bem definidos na Constituição Federal, corrompidos pela maioria de seus agentes incapazes, prevaricadores que não  entregam o que vendem caro demais.

Alexandre de Moraes é corajoso, pois, consegue por de joelhos quase todos os brasileiros.

O STF tem mais dez que seguem o Ministro Moraes, por quê? Seria zona de conforto, desconhecimento ou prazer de ter poder, escondidos atrás de um homem de coragem?

Rodrigo Pacheco, Arthur Lira os senhores são ignóbeis, não  têm o culhão de Moraes e ainda possuem uma “grande capivara”; deixem que ele continue dando lição de coragem para os demais poderes, especialmente, legislativo (poder mais forte da república, se funcionasse atendendo a vontade da maioria do povo) depois, vamos devolver o Lula para cadeia, pois, tirando o Presidente mentiroso e sujo, o restante da estrumeira é autolimpante.

Vamos esquecer os Braços fracos, mãos fazendo figa, torcendo para não ter briga.
Nas próximas eleições deveremos fugir de canalhas, votaremos em homens de bem, pois, existem muitos; nós é que sempre estivemos cegos até à direita emergir se fortalecer nos  dando mais opções cujas pautas  coadunam com nossas melhores tradições.

Carmem Lúcia matou o “cala boca”, pediu vênia para votar errado por uns dias e não sabemos se continuará ajudando a exumar o “Cala boca”.

O Brasil ocupa a 51ª posição em termos de qualidade de democracia. Está em destaque em tantos quesitos, dentre os 167 países do ranking democrático, no entanto,  seus políticos fizeram das regras originais da democracia muitas gambiarras – somos o país do jeitinho.

Nós, seres humanos somos tentados a corrompermos, quando empoderados ou usando eufemismo, pelo menos, abusarmos um pouquinho de nossa posição, se não estivermos vigilantes.

Luiz Fernando Alfredo

Comments


bottom of page